Trabalhadoras não precisam mais comparecer ao INSS para solicitar salário-maternidade

Requerimento passou a ser realizado automaticamente desde segunda-feira (5)

 

Desde a última segunda-feira, dia 5 de fevereiro, as trabalhadoras brasileiras não precisam mais comparecer a um posto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para solicitar o salário-maternidade. Agora, o requerimento do benefício acontece automaticamente, por meio de um novo modelo de agendamento que integra a base de dados do INSS com a dos cartórios do país – o cartório onde o bebê for registrado precisa enviar os dados da Certidão de Nascimento para o Sistema Nacional de Informações do Registro Civil (SIRC).

A permissão ao salário-maternidade deve ocorrer em até 48 horas após o registro da criança no cartório. Depois, a mãe precisa entrar em contato com o INSS pelo site do instituto (www.inss.gov.br) ou pelo telefone 135 e checar se o benefício foi autorizado. Se o salário-maternidade não estiver liberado, a trabalhadora terá de ir até um posto do INSS para fazer o requerimento.

Importante ressaltar que os dados cadastrais da mãe junto ao INSS precisam estar atualizados e corretos para autorização automática do recebimento do salário-maternidade. As informações já podem ser atualizadas pelo site do instituto (www.inss.gov.br).

O INSS vem implantando ações para a modernização e automatização de seus serviços a fim melhorar o atendimento aos cidadãos, tornando o processo mais ágil e confortável para os trabalhadores. Desde setembro de 2017, a aposentadoria por idade, dos segurados urbanos, também está sendo concedida de forma automática, ou seja, sem o cidadão precisar comparecer a uma agência do INSS.

O objetivo do instituto é tornar automáticos todos os serviços que precisem somente de avaliação administrativa. Consequentemente, o auxílio-doença e benefícios assistenciais, por exemplo, não poderão ser automatizados, pois precisam de avaliação pericial ou social, respectivamente, para serem concedidos.

 

 

Foto: Ilustrativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *