Trabalhadores nascidos em novembro começam a receber PIS/Pasep

Benefício pode variar entre R$ 79,00 e R$ 937,00

Nesta sexta-feira, dia 17 de novembro, os trabalhadores nascidos no mês de novembro começam a receber o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) calendário 2017/2018, ano-base 2016. O benefício pode variar entre R$ 79,00 e R$ 937,00, dependendo do tempo de serviço durante o ano passado. São R$ 1.265.822.156,00 para 1.778.726 de pessoas. Desde terça-feira, dia 14 de novembro, quem possui conta na Caixa Econômica Federal recebe o crédito automaticamente.

Quem tem direito?

Tem direito ao abono a pessoa inscrita no PIS ou no Pasep há pelo menos cinco anos, que trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos e que teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2016.

A consulta pode ser feita clicando em um banner na parte superior do portal do Ministério do Trabalho (www.trabalho.gov.br) ou diretamente no link: http://trabalho.gov.br/abono-salarial/consulta-abono-salarial. A pessoa precisa ter em mãos o número do PIS ou do CPF e informar a data de nascimento. Outra forma de descobrir se tem direito ao benefício é comparecendo às agências bancárias.

Como sacar o dinheiro?

Para retirar o dinheiro, o trabalhador que possui o Cartão Cidadão e a senha cadastrada pode se dirigir a uma lotérica, a um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento do banco. Caso a pessoa não tenha o Cartão Cidadão, o valor pode ser retirado em qualquer agência da Caixa, apresentando o documento de identificação.

Já o trabalhador com vínculo em empresa pública possui inscrição Pasep. O pagamento desse programa é feito pelo Banco do Brasil.

PIS/Pasep

Tanto o PIS quanto o Pasep são contribuições sociais de natureza tributária, devidas pelas pessoas jurídicas, a fim de financiar o pagamento do Seguro-Desemprego e Abono Salarial, sendo que o PIS é destinado a funcionários de empresas privadas e o Pasep pertence aos servidores públicos. Os benefícios que não são retirados voltam ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e não ficam mais disponíveis para saque nas agências bancárias.

 

 

Foto: Ilustrativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *