Começam as matrículas para as escolas da rede municipal de ensino

O calendário escolar na Rede Municipal de Ensino de Extrema terá início no dia 1º de fevereiro de 2018 com dias escolares, destinados a abertura do ano letivo, com formações e palestras para os professores. As aulas começam no dia 5 de fevereiro, uma segunda-feira. O departamento também já divulgou a programação com os prazos para rematrículas e matrículas.

Os Centros de Educação Infantil Municipal (Ceim) fizeram rematrículas entre 2 (terça-feira) e 12 (sexta-feira) de janeiro. Já o cadastro para novas matrículas ocorrerá entre segunda (15) e sexta-feira (19). E a chamada para as matrículas dos novos alunos será realizada de 23 (terça-feira) a 30 (terça-feira) de janeiro, mediante disponibilidade de vagas. Vale ressaltar que nos Centros de Educação Infantil Municipal as aulas tiveram início no dia 2 de janeiro, com monitores.

As matrículas para o Ensino Fundamental I e II começaram na última quarta-feira, dia 10 de janeiro.

Reflexo da seriedade com que o Poder Executivo trata a Educação, a Secretaria Municipal de Educação de Extrema apresenta números maiores que muitos municípios brasileiros, sendo a secretaria que possui o maior orçamento da prefeitura. Em 2017, o valor foi de R$ 48 milhões. Para o ano de 2018, o orçamento ultrapassará R$ 50 milhões. Composta por cerca de 900 funcionários, responsáveis pelo atendimento de aproximadamente 7.000 alunos, a Educação representa 54% de toda a gestão municipal.

Para 2018 está prevista a entrega do Centro de Educação Infantil Municipal (Ceim) Pró-Infância no Bairro dos Tenentes e o início das obras de mais um Ceim na Vila Esperança.

Em termos de estrutura, a Secretaria de Educação conta com 11 unidades escolares e sete Centros de Educação Infantil. Com relação ao transporte escolar, o município possui uma logística de aproximadamente 20 linhas e atende todos os bairros da cidade, tanto da zona rural quanto da zona urbana. Além disso, no período noturno são disponibilizados 13 veículos que transportam universitários para a Faculdade de Extrema (Faex) e para as cidades de Bragança Paulista, Itatiba e Atibaia gratuitamente.

Com investimentos de R$ 2 milhões em 2017, as crianças chegam a ter cinco refeições diárias de acordo com as diferentes modalidades de ensino, com cardápio variado de carnes, frutas, legumes e verduras, em consonância com o que preconiza o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *