Extrema é líder em Minas Gerais no Índice Firjan de Gestão Fiscal

Mais um índice publicado comprova a Administração Municipal de Extrema como sendo de excelência. O Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) 2017 fez uma análise sobre a situação das contas públicas municipais de 2016. Construído exclusivamente com base em estatísticas oficiais declaradas pelos próprios municípios, o IFGF é composto por cinco indicadores: Receita Própria, Gastos com Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida. Esta edição do índice analisou as contas de 740 dos 853 municípios de Minas Gerais. Entre os dez primeiros colocados do ranking mineiro, sete figuram no Top 100 Nacional do IFGF. Líder estadual, Extrema conquistou grau de excelência em quatro dos cinco indicadores investigados, com destaque para as notas máximas no IFGF Investimentos, já observada em 2015, e no IFGF Liquidez.

A maior parte das cidades mineiras analisadas apresentou situação fiscal difícil ou crítica em 2016 – respectivamente, foram 477 municípios (64,5%) com pontuação entre 0,4 e 0,6 e 188 (25,4%) com nota inferior a 0,4 pontos.  Apenas 75 prefeituras (10,1%) registram boa situação fiscal. O estudo completo pode ser conferido em: www.firjan.com.br/ifgf.

“O índice apenas coloca em números o esforço diário de todos da administração municipal em oferecer o melhor resultado para a população”, disse o vice-prefeito de Extrema, Juliano Maximino de Toledo. “Vivemos aqui, nossas famílias vivem aqui, então queremos sim a melhor cidade para todos e graças a Deus temos sido abençoados neste trabalho”, completou.

Este é o segundo índice em 2017 que coloca Extrema em número 1 no estado. No primeiro semestre do ano, o Conselho Federal de Administração (CFA) publicou o Índice de Gestão Municipal de todas as cidades brasileiras e Extrema foi apontada como a 1ª colocada em Minas Gerais. O índice consiste em medir a governança pública nos municípios brasileiros a partir de três dimensões: Gastos e Finanças Públicas; Qualidade da Gestão; e Desempenho. Considera áreas como saúde, educação, planejamento urbano, articulação institucional, gestão fiscal, habitação, recursos humanos e outras. Para acompanhar mais detalhes, acesse: http://www.gazetadacidade.com/destaque-principal/indice-de-gestao-municipal-aponta-extrema-como-a-1a-colocada-em-minas-gerais.

“Apesar de todos os motivos para comemorar, o trabalho não espera. Extrema é uma cidade dinâmica e todos os dias surgem novos desafios, então é preciso continuar trabalhando firme. E é muito importante lembrar que estes prêmios não são para o prefeito, mas para a cidade, é mérito de todos os que ajudam a construir uma cidade melhor todos os dias”, disse o prefeito de Extrema, João Batista da Silva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *