O que é procrastinação?

Procrastinar é o comportamento de se adiar tarefas, de se transferir atividades para “o dia seguinte”, deixar de fazer algo ou até interromper o que deveria ser concluído dentro de um prazo determinado (Kerbauy, 1997)

 

Sabe aquela apresentação difícil do trabalho que você tinha dez dias para preparar e no primeiro dia você pensou “Amanhã eu começo, ainda tenho bastante tempo”. E no dia seguinte não deu para fazer, porque você estava atolado de outras coisas pra fazer. Chega o final de semana e você pensa: “Vou descansar esse final de semana e começo a semana que vem renovado. E a prioridade será preparar a apresentação”. Os dias vão passando e você vai adiando, arranjando “desculpas” para não fazer essa apresentação do trabalho. Seja porque ela é muito difícil, ou porque você terá que perder muito do seu tempo pra realizá-la, ou simplesmente porque você não gosta da tarefa. E quando você se dá conta já está em cima da hora, você faz tudo correndo, pede um prazo maior, entrega com atraso, foge do chefe para não ter que entregar o trabalho.

Esse adiamento todo é conhecido como procrastinação. E isso acontece muito e com muita gente no trabalho, nos estudos, na vida social, nos cuidados com a saúde e até com tarefas do cotidiano. Isto porque temos dificuldade de lidar com tarefas difíceis que só nós trarão retorno prazeroso a longo prazo (ou nem trarão retorno algum), e acabamos dando prioridade àquelas tarefas em que obtemos um prazer mais imediato, ou que são mais fáceis de realizar. Geralmente a procrastinação vem acompanhada de muito sofrimento, angústia, nervosismo, medo, perda de autoestima, peso na consciência e sensação de incompetência, e pode levar a problemas mais sérios como crise de ansiedade ou depressão.

Recomendações:

1 – Lidar com seu medo: O medo é um fator que contribui para a procrastinação. Isso pode envolver um medo do fracasso, medo de cometer erros, ou mesmo um medo do sucesso.

2 – Faça uma lista: Comece por criar uma lista de tarefas que você gostaria de realizar. Se necessário, coloque uma data ao lado de cada item, se há um prazo. Estime quanto tempo cada tarefa vai demorar para ser concluída e, em seguida, dobre esse número para que você não caia na armadilha cognitiva de subestimar o tempo que cada projeto levará.

3 – Quebrar projetos em segmentos mais manejáveis: Quando você se depara com um grande projeto, você pode se sentir intimidado, ou mesmo pode parecer impossível quando você olha para a enorme quantidade de trabalho envolvido. Neste ponto, pegue os itens individuais na sua lista e divida-os em uma série de etapas. Se você precisa escrever um artigo para a faculdade, que medidas você precisa seguir? Se você está planejando um evento de família grande, quais são as coisas que você precisa fazer e de que fontes você precisa para obter? Depois de ter criado uma lista detalhando o processo que você precisa para realizar a tarefa, você pode começar a trabalhar em “passos de bebê”.

4 – Reconhecer o início da procrastinação: Assim que começar a lidar com itens em sua lista, preste atenção quando pensamentos de procrastinação começarem a fluir na sua mente. Se você está pensando: “Eu não tenho vontade de fazer isso agora” ou “eu vou ter tempo para trabalhar nisso mais tarde”, então você precisa reconhecer que você está prestes a procrastinar. Em vez de ceder ao desejo, force-se a gastar pelo menos alguns minutos de trabalho na tarefa. Em muitos casos, você pode achar que é mais fácil de completar uma vez que você começou.

5 – Eliminar as distrações: É difícil obter qualquer verdadeiro trabalho feito quando você mantem sua atenção voltada para o que está na televisão ou você fica vendo as postagens dos seus amigos ou páginas do Facebook. Atribua um período de tempo durante o qual você vai desligar todas as distrações – como música, televisão e sites de redes sociais – e use esse tempo para concentrar toda a sua atenção na tarefa que está na sua mão.

Se recompense: Depois de ter concluído uma tarefa (ou até mesmo uma pequena parte de uma tarefa maior), é importante recompensar-se por seus esforços. Dê a si mesmo a oportunidade de fazer algo que você achar divertido e agradável, seja participar de um evento esportivo, um jogo de vídeo, assistir seu programa de TV favorito, ou ver fotos no Instagram.

Pensamentos finais: Quebrar o hábito de procrastinação não é fácil. Se fosse simples, não haveria 70 a 95% de pessoas procrastinando regularmente. O desejo de jogar tudo para o alto pode ser forte, especialmente quando há tantas coisas ao nosso redor para proporcionar diversão e distrações. Enquanto a procrastinação pode não ser algo que você pode evitar totalmente, tornar-se ciente das razões por que você procrastina e como superar essas tendências pode ajudar. Ao implementar essas estratégias, você pode achar que é mais fácil começar a fazer as tarefas importantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *