Stress agudo ou crônico: O mal do século

Psicoeducação: Consiste na etapa educativa que oferece ao paciente entender a natureza e a origem do stress. Junto a isso, as reações do stress são explicadas a partir de 4 componentes: o físico ou autonômico, o emocional, o comportamental ou motor e o cognitivo.

A vida moderna é cheia de frustrações, prazos e exigências. Para muitas pessoas, o estresse é tão comum que se tornou um modo de vida. Você pode notar sintomas de estresse ao disciplinar seus filhos, durante os horários de pico no trabalho, na gestão de suas finanças, ou quando lida com um relacionamento difícil. O estresse pode estar em todos os lugares e situações. O primeiro passo para controlar o estresse é conhecer seus sintomas. Mas reconhecer os sintomas do estresse pode ser mais difícil do que você pensa. A maioria das pessoas está tão acostumada que muitas vezes não sabe que está estressada até chegar ao seu ápice – quando passa a notar que está sendo prejudicada em algum sentido.

O que é estresse?

Estresse é a resposta do seu organismo a qualquer situação de perigo, pressão ou ameaça. Quando algum destes eventos se apresenta, o sistema nervoso reage liberando uma descarga de hormônios como a adrenalina e o cortisol, que por sua vez avisam o corpo de que é preciso tomar uma atitude urgente. O coração acelera, os músculos contraem, a pressão sanguínea aumenta, a respiração fica ofegante e seus sentidos se tornam mais aguçados. Estas mudanças físicas ocorrem para aumentar a sua força e resistência, e melhorar a sua velocidade de reação. Em períodos curtos, o estresse ajuda a manter o foco, a energia e o estado de alerta. Além disso, o estresse pode impulsionar o indivíduo a enfrentar desafios. Porém, ao atravessar a sua zona de conforto, o estresse deixa de ser útil e pode começar a causar grandes danos à sua mente e corpo.

Consequências do estresse não tratado

O sistema nervoso autônomo do corpo muitas vezes falha em distinguir entre estressores diários e eventos que apresentam risco de vida. Se você está estressado sobre uma discussão com um amigo, um engarrafamento no seu trajeto para o trabalho, ou uma pilha de contas, por exemplo, seu corpo ainda pode reagir como se você estivesse enfrentando uma situação de vida ou morte. Quando você experimenta repetidamente a reação física (descrita no tópico anterior) do estresse em sua vida diária, este pode elevar a sua pressão arterial, suprimir o seu sistema imunológico, aumentar o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral, acelerar o processo de envelhecimento e deixá-lo vulnerável a uma série de distúrbios mentais e emocionais.

Muitos problemas de saúde são causados ou exacerbados pelo stress, incluindo: Dores crônicas, doenças cardíacas, problemas digestivos, perturbações do sono, depressão, perda ou ganho de peso, doenças autoimunes, reações cutâneas como o eczema.

SINTOMAS COGNITIVOS

  • Perda de memória
  • Falta de concentração
  • Pessimismo
  • Ansiedade
  • Preocupação excessiva

SINTOMAS EMOCIONAIS

  • Alterações de humor
  • Irritabilidade
  • Agitação
  • Sensação de sobrecarga
  • Depressão ou tristeza

SINTOMAS FÍSICOS

  • Dores
  • Constipação ou diarreia
  • Náuseas e/ou tonturas
  • Dores no peito
  • Perda de libido
  • Gripes e resfriados constantes

SINTOMAS COMPORTAMENTAIS

  • Perda de apetite ou compulsão
  • Insônia ou sono excessivo
  • Procrastinação e fuga de responsabilidades
  • Abusar de álcool, cigarros e drogas para relaxar
  • Manias de nervosismo (roer unhas, morder os lábios, arrancar os cabelos, balançar as pernas, etc.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *