Convênio da prefeitura com Samu possibilita transferência de paciente em helicóptero

Paciente foi transferido para a UTI do Hospital Regional de Varginha

Na última quarta-feira, dia 17 de maio, o helicóptero do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou a transferência de um paciente em Camanducaia. O homem foi internado na Santa Casa na madrugada do mesmo dia com suspeita de infarto e aguardava a vaga para a transferência para um hospital da região. Como o quadro inspirava cuidados, a equipe clínica do hospital solicitou o atendimento de urgência e emergência. O Samu, então, enviou o Aeromédico e o paciente foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional de Varginha. O quadro de saúde dele é estável, segundo os médicos.

Este ó o segundo atendimento do helicóptero do Samu no município. O primeiro ocorreu no ano passado em Monte Verde.

A Prefeitura de Camanducaia firmou, no começo de 2015, o convênio com o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Macrorregião Sul de Minas (Cissul), que gerencia o Samu, para que o município pudesse receber os atendimentos de urgência e emergência. O investimento é de mais de R$ 65 mil por ano. Desde então, foram realizados 120 atendimentos, entre Unidade de Suporte Avançado (equipada com UTI) e Unidade de Suporte Básico (USB). Foram 66 transferências graves e outras 54 estáveis.

De acordo com informações do relatório do Samu, 60 pessoas foram atendidas por causas clínicas, além de duas pediátricas, 45 traumáticas, quatro psiquiátricas e nove obstétricas. Nove crianças de zero a 10 anos foram atendidas pelas ambulâncias desde 2015, além de 12 adolescentes, 70 adultos de 20 a 60 anos, e 29 idosos.

“Nós não medimos esforços para firmar essa parceria em 2015 porque sabemos da importância do atendimento de urgência e emergência do Samu. A vinda de uma ambulância equipada com UTI ou do Aeromédico agiliza o atendimento e pode salvar a vida de um de nossos moradores. É um investimento que salva vidas”, afirmou o prefeito de Camanducaia, Edmar Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *