Projeto Gestão de Resultado visa atingir R$ 13 milhões de economia

Prefeito de Extrema, João Batista da Silva

Frutos do projeto são acompanhados na reunião semanal do secretariado municipal com o prefeito João Batista

 

O Projeto Gestão de Resultado, implantado na Prefeitura de Extrema, visa atingir a meta de R$ 13 milhões de economia para o município no primeiro ano de governo. O objetivo é aumentar a capacidade da administração municipal de fazer investimentos na qualidade de vida dos extremenses.

Fazer mais com menos, esta receita muito difundida entre as empresas nem sempre é fácil de ser alcançada, principalmente quando se trata de administração no Poder Público. Um levantamento do Conselho Nacional dos Municípios mostra que 77% das administrações municipais gastam mais do que arrecadam.

Para a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), a gestão fiscal na grande maioria dos municípios brasileiros beira à insolvência. Segundo o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), 86% das prefeituras no Brasil têm situação fiscal considerada crítica ou difícil, com isto, o nível de investimentos dos municípios é o menor em 10 anos.

Mesmo tendo sido apontado pelas duas instituições como a melhor gestão no estado de Minas Gerais, o prefeito de Extrema, João Batista da Silva, ainda não está satisfeito. “Cada real que economizamos internamente, é um real a mais que vamos destinar para os serviços da população. A regra é simples”, frisou.

Os frutos do Projeto Gestão de Resultado são acompanhados na reunião semanal do secretariado municipal com o prefeito. Na quinta-feira, dia 5 de outubro, foram avaliados o desempenho do cronograma, as ações iniciais e as metas atingidas.

Comparando o desempenho entre receita e despesa do primeiro semestre de 2017 com o mesmo período de 2016 e 2015, João Batista vem obtendo o melhor resultado. “Desde o primeiro dia do ano, minha orientação para todos os secretários e colaboradores é fazer o máximo esforço para entregar o melhor resultado para nossa população. Foi assim que fizemos a melhor Festa do Peão gastando R$ 63 mil a menos do que em 2016. É assim que estamos investindo mais no trânsito do que nos últimos quatro anos. Foi assim que zeramos a fila de cirurgias e exames. E ainda vamos melhorar, a meta de economia para este ano é de R$ 13 milhões”, destacou o prefeito.

Para atingir esta meta, o Projeto Gestão de Resultado traz para dentro da prefeitura ações muito comuns em empresas privadas, como ferramentas de análise de risco, profissionalização de processos, identificação de pontos de economia, entre outras.

De acordo com o prefeito de Extrema, outro grande segredo para atingir este resultado é ouvir as pessoas. “No Esporte temos conversado com os dirigentes de 40 times de futebol. Para realizar a Prova de Marcha convidamos todos os envolvidos para participar. Já conversamos com comerciantes, líderes de bairros, produtores rurais, entre outras pessoas. Porque são elas que cuidam e fazem pela cidade”, finalizou João Batista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *