Hardballing

1
Rodrigo Coletty
Psicólogo

26 de fevereiro de 2022

Dando continuidade ao tema do artigo anterior e ainda no campo dos relacionamentos e dos impactos provocados pela pandemia nessa área, falarei um pouco sobre uma nova tendência que tem ganhado força em alguns países, o chamado hardballing. 

Pois bem, com a pandemia, e seus riscos, passamos a repensar nossas vidas em seus mais diferentes aspectos. Nesse sentido, a maneira como nos relacionamos e buscamos conhecer pessoas também se modificou. 

O apelo dos aplicativos e formas virtuais de se encontrar pessoas se tornou mais forte, tanto pela já conhecida comodidade que esses aplicativos trazem quanto pela iminente necessidade de segurança que os dias atuais pedem, já que dessa forma evitamos o risco de nos expormos desnecessariamente. Contudo, por mais que o sucesso dos apps de relacionamentos já seja conhecido desde antes da pandemia, algo substancial parece estar se modificando em relação a estas plataformas.

Com a pandemia, nossos critérios, prioridades e objetivos com relação as nossas vidas se modificaram de alguma forma. Com isso e com a noção de quão breve e vulnerável pode ser a vida, a visão sobre relacionamentos e, consequentemente, a maneira como encontramos pessoas, pelo menos para algumas pessoas, também parece estar se modificando. Assim, surge essa tendência de se procurar cada vez mais objetividade e um direcionamento mais claro em relação às prioridades e critérios na hora de buscar um encontro.

Hardballing é isso, a mudança na maneira como podemos nos colocar em relação à vida amorosa, aos encontros e aos aplicativos utilizados para esses fins, nos dias de hoje, de modo a sermos mais claros desde o início, colocando os pontos básicos que acreditamos serem importantes para nós em relação à construção de um relacionamento. Ou seja, o que se percebe nesse movimento que tem aparecido, principalmente entre jovens, é essa percepção do quanto encontros e buscas podem ser frustrantes e difíceis nos dias atuais, e o quanto as relações têm se tornado descartáveis em um movimento que tem priorizado a competitividade e a quantidade de afetos, em detrimento da qualidade desses afetos.

Sendo assim, esses jovens, que cada vez mais buscam uma relação autêntica, trazem através do hardballing essa reflexão de que não temos mais tempo a perder na busca de nossos desejos e objetivos. É claro que é necessário relativizarmos as coisas e que um pouco de flexibilidade é sempre importante, afinal dificilmente encontraremos pessoas que se encaixem em todos os nossos critérios e ainda assim é possível se construir algo legal.

Por fim, o mais importante disso tudo, e o que fica como reflexão em relação a essa tendência falada no artigo de hoje, é a importância de refletirmos sobre nossas vidas e repensarmos sempre nossos desejos, objetivos e prioridades, para assim cada vez mais buscarmos relacionamentos mais autênticos e, consequentemente, uma vida mais plena.

Compartilhe:

Últimas Artigos