Colunas / Rodrigo Coletty/

Reflexão sobre o momento atual

Reflexão sobre o momento atual

1
Rodrigo Coletty
Psicólogo

14 de abril de 2021

Por mais que a aparente liberdade de circulação, dos bares e comércios funcionando normalmente e das pessoas se encontrando como se não houvesse amanhã, durante o final do ano passado, tenham nos dado uma sensação de segurança e alívio em relação à pandemia, ela não acabou.

Pelo contrário, hoje estamos colhendo os frutos desses descuidos com as medidas de proteção e prevenção em relação à Covid, os quais têm se manifestado através das altas diárias que temos presenciado de casos e óbitos. Com efeito, alguns sentimentos que haviam se dissipado com a falsa sensação de segurança dos últimos meses, como medo, insegurança e ansiedade, tendem a retornar com mais força.

O que nos leva aos seguintes questionamentos: como lidar com esses sentimentos hoje? E de que maneira podemos enfrentar o momento atual e lidar com as notícias diárias que temos recebido de aumento de casos, óbitos e possíveis esgotamento de leitos? Pois bem, essas são perguntas que não têm uma resposta simples, contudo, no que tange ao enfrentamento do avanço da doença, cabem as mesmas medidas que já conhecemos, como o uso de máscaras, distanciamento social, isolamento, para aqueles em que isso for possível, e aguardar o seu momento de tomar a vacina.

E é esse conhecimento, um pouco maior, que temos em relação ao vírus e suas manifestações, que nos permite lidar de uma forma diferenciada com esses sentimentos que surgem, pois, por mais que o medo e a insegurança possam surgir, o que é natural, hoje já não estamos lidando com algo tão novo como no início do ano passado em que tudo era muito mais confuso.

Sendo assim, podemos, por um lado, fazer nossa parte em relação às medidas de proteção, como citado, e, por outro, evitarmos ficar o tempo todo conectados a esse assunto. Ou seja, saber as notícias do dia é importante, bem como as maneiras de nos protegermos, agora, para além disso, torna-se desnecessário, causando angústia e ansiedade.

Nesse sentido, e respondendo à primeira pergunta, de como lidarmos com esses sentimentos, é importante nos ocuparmos, fazendo atividades de que gostamos, como hobbys ou atividades manuais, por exemplo, atividades que nos permitam relaxar e gastar energia, como exercícios físicos e meditação, e, sobretudo, procurarmos o apoio e o suporte de nossos amigos e familiares, de maneira remota, com os que estão distantes, ou presencialmente, com aqueles que moram conosco, para nos mantermos socialmente conectados nesses tempos de isolamento e, consequentemente, lidarmos de uma maneira mais amena com o momento atual e os sentimentos que dele derivam.

Outra possibilidade, que pode ser de grande valia nessas horas, é a busca de uma psicoterapia, seja quando esses sentimentos extrapolam os limites de nossa resiliência, e já não conseguimos encarar sozinhos, seja simplesmente como mais uma forma de ter suporte e encarar o momento. Atualmente, vários psicólogos, além do presencial, também estão atendendo online. 

Por fim, gostaria de encerrar este artigo, mais uma vez lembrando da importância de fazermos a nossa parte em relação aos cuidados para com a Covid e o avanço da pandemia, pois o momento nunca foi tão sério em nosso país, e mais do que esperar vacinas e medidas do governo, devemos nos conscientizar de que a nossa segurança e bem-estar começam a partir das atitudes que tomamos.

Segue meu contato profissional para psicoterapia: (35) 99179-3262 – WhatsApp.

Compartilhe:

Últimas Artigos