Depressão não é frescura nem fraqueza

Depressão não é frescura nem fraqueza

24 de outubro de 2020
1

A Organização Mundial de Saúde (OMS) havia estimado, em 2018, que no ano de 2020 a depressão seria a doença mais incapacitante em todo o mundo. Estamos em 2020, e se o dado ainda não é real, pode estar bem próximo disso, ainda mais com a pandemia do novo coronavírus (Covd-19), uma situação até então nunca vivida pelas atuais gerações e que vem gerando muitos casos de depressão e ansiedade.

Além disso, com a correria do dia a dia e tempo nenhum para descansar ou para o lazer, a exaustão e o estresse aparecem, podendo culminar num quadro depressivo. Esta é uma das causas que motivam a doença a crescer no mundo todo. É um fenômeno global.

Fui pesquisar sobre a palavra depressão e me deparei com a realidade que eu havia esquecido: há várias formas de depressão; do solo, atmosférica, econômica, e a mental/nervosa. Você pode estar pensando o mesmo que eu: o Brasil também sente os reflexos de uma crise econômica devido à pandemia e episódios de inflação acelerada, desemprego, desvalorização nas bolsas de valores. Sim, esta quase depressão econômica também contribui para muitos casos de depressão (saúde mental).

“Abatimento; enfraquecimento físico ou moral; desânimo; esgotamento”. Assim é descrita a depressão no dicionário. Trata-se de uma doença (sim, é uma doença) psiquiátrica e recorrente, que produz alterações no humor da pessoa causando tristeza profunda, que parece não ter fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, além de distúrbios do sono e do apetite.

É muito importante que a depressão nunca seja confundida com um episódio esporádico de tristeza e vice-versa. Acontecimentos ruins acontecem na vida de todos nós. Aí aparece a tristeza, vem a apatia, condições que duram pouco tempo. A pessoa só está doente quando o quadro se arrasta, a tristeza não dá trégua, mesmo que não haja uma causa aparente. Mas não faça um autodiagnostico, é fundamental procurar um profissional da área para avaliação, preferencialmente um psicólogo ou psiquiatra.

A depressão pode atingir qualquer um e suas causas são particulares diante de fatores que funcionam como gatilho para as crises: acontecimentos traumáticos na infância, estresse físico e psicológico, algumas doenças sistêmicas como o hipotireoidismo, consumo de drogas lícitas e ilícitas, certos tipos de medicamentos, entre outros. Há também o fator genético, sendo que a doença pode ser provocada por uma disfunção bioquímica do cérebro. No entanto, nem todas as pessoas com predisposição genética reagem da mesma forma ao se depararem com estes fatores citados.

Vale lembrar que o Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional, atendendo de forma voluntária e gratuita todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone (188), e-mail ou chat, todos os dias. Basta acessar o site: www.cvv.org.br. Depressão não é frescura nem fraqueza. Não hesite em pedir ajuda!

Últimos Editoriais