Mascote de Extrema estampa nova nota de R$ 200,00

Mascote de Extrema estampa nova nota de R$ 200,00

31 de julho de 2020
1

O governo federal anunciou que, a partir de agosto, teremos a nota de R$ 200,00, homenageando o lobo-guará. O animal é típico da região e considerado mascote oficial de Extrema.

O lobinho, além de bonito, é bem carismático, mas está ameaçado de extinção, segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Originalmente, ele ocorria em praticamente todos os estados do Brasil. Preservar nossas serras é uma das ações que podemos fazer para que ele continue vivo.

Há relatos da ocorrência do lobo em Extrema, inclusive nas áreas de reflorestamento do Projeto Conservador das Águas. O guará não é perigoso, pois não ataca as pessoas. Ele vive em habitats abertos, como campos e cerrados, sua dieta é variada, indo desde frutos até pequenos vertebrados. É uma espécie que vive sozinha, cujos indivíduos se juntam em casais apenas na época reprodutiva, sendo que os machos ajudam as fêmeas a cuidar dos filhotes.

Um casal de bonecos do lobo-guará pode ser visto em vários pontos de Extrema e com várias roupas diferentes. O município até possui um local chamado “Pico do Lobo Guará”, que fica a 10 km do centro da cidade.

O lobo-guará (Chrysocyon brachyurus), também conhecido como guará, aguará e aguaraçu, é o maior canídeo nativo da América do Sul e a única espécie do seu gênero. Ele pode medir até 1 metro de altura. É uma espécie de pernas longas, pelagem longa de cor avermelhada e orelhas grandes. Possui uma crina negra no dorso, nas patas dianteiras e traseiras. A garganta e a parte interna das orelhas são brancas.

A nova cédula com a imagem do lobo-guará, anunciada pelo Banco Central, na quarta-feira, dia 29 de julho, começará a circular no fim de agosto. O BC espera que, ao longo de 2020, 450 milhões de unidades da cédula entrem em circulação. Há 18 anos, ou seja, desde 2002, o real não ganhava uma nota de novo valor.

Últimos Editoriais