Notícias

“A vitória vem como validação do trabalho que temos realizado”, afirma João Batista

A Gazeta da Cidade conversou com o prefeito João Batista da Silva, reeleito para o cargo com 53,88% (12.837 votos), nas Eleições Municipais do último domingo, dia 15 de novembro, sobre os planos para os próximos quatro anos e os projetos em andamento. Com mais de 28 anos de experiência na administração pública, João Batista é filho de Extrema, nascido e criado no município. Acompanhe a entrevista:

21 de novembro de 2020

Foto: Osmar Paulino

Prefeito-reeleito-de-Extrema-João-Batista-550×300

Gazeta: Qual foi a sensação de ser reeleito?

João Batista: Toda eleição é feita de muito trabalho, foram muitas horas de conversa, visitas, reuniões. A vitória vem como uma validação do trabalho que temos realizado e que as ideias para o futuro de Extrema estão corretas. Então é uma sensação enorme de gratidão, de dever cumprido e, ao mesmo tempo, de muita responsabilidade com a nossa gente. O voto é uma aposta no futuro, mostra o desejo da população de seguir junto desenvolvendo a cidade.

Gazeta: O que você levará desta atual gestão para a próxima?

João Batista: Com certeza os conceitos básicos serão os mesmos: a produtividade, o acolhimento, o resgate, a responsabilidade. Isto não muda. A cidade tem grandes desafios que precisam ser vencidos e muitos projetos já estão em andamento. Conforme alguns desafios vão sendo vencidos, podemos concentrar energia em outros e, assim, vamos melhorando a qualidade de vida de todos.

Gazeta: Agora, com a reeleição, quais são os planos futuros?

João Batista: Ainda neste ano temos muito trabalho, temos importantes obras sendo finalizadas como o Ceim do Cachoeira 3 e a escola Maristela Onisto. O trabalho tem que seguir acelerado e até mesmo já podemos iniciar alguns projetos que são do próximo mandato. Não precisamos esperar a virada do ano para começar a trabalhar.

Gazeta: Quais áreas pretende priorizar em 2021?

João Batista: No mandato passado, a fila de creches e de cirurgias foram desafios a serem vencidos. Agora estas demandas estão sob controle. Precisamos nos dedicar a questão da habitação e do transporte público, principalmente, mas os outros investimentos como na zona rural, na Saúde, na Educação, entre outros, não vão parar.

Gazeta: A pandemia de Covid-19 continua. Como está o quadro em Extrema? Existe alguma nova ação para o combate?

João Batista: Em Extrema os números mostram que houve um controle da doença, o que não quer dizer que estamos livres. Mas mostram que já devemos planejar o retorno de várias atividades, convivendo com os cuidados. O retorno às aulas talvez seja o maior desafio, neste novo normal. A ampliação das atividades no Hospital Municipal também está atrelada ao controle da pandemia. Mas os cuidados preventivos não devem passar, acredito mesmo que os novos hábitos de higiene, uso de máscara e controle das aglomerações, serão permanentes daqui para frente.

Gazeta: Quer deixar alguma mensagem para a população?

João Batista: Nossa mensagem é de gratidão. Gratidão a todos, pelo carinho, pela recepção em cada casa que visitamos, gratidão por acreditarem em nós. Eu disse isto neste mandato e vou repetir no próximo. Ao terminar a eleição, não existem mais siglas partidárias, não existe nós e eles, não existe divisão. O único partido que existe é: Extrema. A cidade precisa de todos, precisa de união e trabalho conjunto para ser um bom lugar para todas as famílias. Então, vamos todos dar as mãos e fazer de Extrema o melhor lugar para se viver.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp