Notícias

Ação entre polícias Civil e Militar prende homem acusado de estupro

Autor foi conduzido ao presídio de Extrema, onde aguardará julgamento pelo crime hediondo de estupro, cuja pena é de 6 a 10 anos de reclusão

11 de fevereiro de 2022

WhatsApp Image 2022-02-11 at 07.58.22

Na terça-feira, dia 8 de fevereiro, a Polícia Civil, em ação conjunta com a Polícia Militar, prendeu um homem de 27 anos, natural de Correntes/PE, acusado de estuprar uma mulher de 29 anos, natural de Extrema/MG, na madrugada de sábado, dia 5 de fevereiro.

Segundo relatos da vítima, que mora com uma amiga, na madrugada do crime, sua colega chegou em casa acompanhada de outros dois amigos. Ao ir até o veículo ajudar a buscar um fardo de cerveja, o suspeito, com o uso de um canivete, ameaçou a vítima e a obrigou a entrar no carro, seguindo, então, a um bairro de chácaras afastado da cidade, onde estacionou o veículo em uma rua escura.

Ali, a vítima tentou fugir por duas vezes. Na primeira oportunidade, o suspeito a alcançou, desferiu chutes contra sua barriga e a arrastou de volta para o carro, consumando, na sequência, o ato sexual. Na segunda tentativa de se salvar, o homem a alcançou e a arrastou pelos cabelos, além de agredi-la com chutes e tapas. Naquele momento, mais uma vez, o suspeito concluiu o abuso contra a vítima. Somente com a aproximação de um pedestre que seguia para seu trabalho é que a vítima conseguiu, gritando por socorro, se desvencilhar do autor e fugir.

Após colher declarações da vítima e testemunhas, a equipe obteve a identidade e possíveis endereços do acusado. Com essas informações, o Poder Judiciário da Comarca de Extrema decretou a prisão do homem após representação do pedido pela autoridade policial.

O autor foi localizado em sua residência e conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Extrema. Em seu carro foi encontrado o canivete usado no crime e a calcinha da vítima. Após sua prisão, ele foi conduzido ao presídio de Extrema, onde aguardará julgamento pelo crime hediondo de estupro, cuja pena é de 6 a 10 anos de reclusão.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 1266

28/01/2023

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp