Notícias

“Camanducaia Não Pode Parar” ganha direito de resposta a vídeo publicado sobre pesquisa

30 de agosto de 2020

Foto: Ilustrativa

office-620822_1280

A coligação “Camanducaia Não Pode Parar” ganhou direito de resposta na Justiça Eleitoral por conta de um vídeo em que o candidato a prefeito Zé Maria do Couto (PSC) diz que é falsa a pesquisa registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o número de identificação MG-09163/2020, e divulgada por meio da matéria “Pesquisa aponta Rodrigão em 1º lugar na disputa pela Prefeitura de Camanducaia”, na edição nº 1.147 da Gazeta da Cidade.

No parecer da Procuradoria consta que Zé Maria do Couto “tece uma série de informações sem apresentar nenhum indício das supostas irregularidades apontadas” na pesquisa.

Na decisão da Justiça Eleitoral, favorável à coligação “Camanducaia Não Pode Parar”, consta que “ao colocar em dúvida a lisura de uma pesquisa devidamente registrada, sem apresentar qualquer fato ou indício concreto de irregularidade, não só atinge a honra do candidato da coligação autora, mas também dos demais candidatos e da própria Justiça Eleitoral”.

Conforme consta na matéria, a pesquisa aponta que o empresário Rodrigão (MDB), da coligação “Camanducaia Não Pode Parar”, lidera a disputa pela Prefeitura Municipal com 53,8% de intenção de voto. Em seguida, aparece o ex-vereador em Extrema, Zé Maria do Couto (PSC), com 15,2%. Em terceiro, o atual vereador Gilmar Pereira (PP) com 11,6% e o empresário Claudinho Mota (Solidariedade) com 6,0% aparece na sequência. A pesquisa apontou ainda 13,4% de indecisos/brancos/nulos.

Foram ouvidos presencialmente 500 eleitores. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança da pesquisa é de 93%. A pesquisa foi realizada de 12 a 15 de outubro pela AMPLA SERVICOS DE COMUNICACAO EIRELI / DUO COMUNICACAO, que disponibilizou o resultado para a reportagem.

A pesquisa também apurou a rejeição de voto. Os percentuais foram os seguintes: Zé Maria do Couto (PSC) com 20,2%, Claudinho Mota (Solidariedade) com 14,2%, Gilmar Pereira (PP) aparece com 12,8 e Rodrigão (MDB) com 12,8%.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp