Notícias

Câmara de Extrema promove debate entre eletricistas e Energisa na busca por soluções de atendimento

27 de agosto de 2022

Fotos: Ascom/Câmara Extrema

reuniao_energisa_materia
reuniao_energisa1
reuniao_energisa

A procura por melhorias no setor de fornecimento de energia elétrica motivou a Câmara Municipal de Extrema a intermediar uma reunião com representantes dos profissionais eletricistas, lojistas do segmento e a Energisa – grupo responsável pela distribuição de energia em todo o Sul de Minas Gerais.

O bate-papo contou com a presença do presidente interino, Rafael Silva de Souza Lima – Tita, da 2ª secretária da mesa diretora, Tamara Martiniuk, e dos vereadores Marcio José Vieira e Pericle Mazzi Filho – Pepi. Corpo jurídico, assessorias de imprensa e parlamentar e a gerência do Procon Legislativo – representando por Luísa Ortiz – deram suporte à sessão. Lueney de Oliveira Souza, do setor de Geoinformação da Prefeitura de Extrema, representou o Executivo.

O encontro girou em torno de temas ligados à troca das caixas de padrão de energia elétrica – feitas de policarbonato – recentemente estabelecidos pela empresa, a projeção do atendimento gerencial e a melhoria na divulgação dos atos institucionais por parte da prestadora de serviço.

Thiago Luis Diorio Sanches, gerente de Operação, respondeu aos questionamentos da Casa, do grupo de eletricistas das cidades de Itapeva, Camanducaia, Cambuí, Munhoz e Toledo, além dos municípios pertencentes ao interior paulista, como Vargem, Socorro e Bragança Paulista. Comerciantes também levantaram dúvidas sobre a recorrente falta de informação em seus canais oficiais quanto aos procedimentos adotados pela estatal em relação a troca dos equipamentos.

Questionada em promover melhorias em seu sistema de atendimento, a Energisa se comprometeu a engajar uma ação interna com foco na divulgação e intensificação das benfeitorias no setor, bem como a pulverização em seus canais de comunicação sobre as políticas adotadas. A empresa também estabeleceu que a meta futura é melhorar o feedback entre fornecedora e consumidor, a fim de trazer respostas rápidas quanto às demandas apresentadas pelos consumidores, que hoje estão na casa dos 16 milhões – destes, seis milhões pertencem à região a qual Extrema está inserida.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 1266

28/01/2023

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp