Notícias

Colaboradores da Educação recebem treinamento para volta às aulas presenciais em Extrema

Segundo o Decreto nº 3.945, o retorno presencial gradual acontecerá a partir do dia 8 de março, desde que respeitadas as regras de saúde, com limite de 30% do total de alunos

27 de fevereiro de 2021

Foto: Ascom/Pref. Extrema

3-550×300 (1)

Todos os colaboradores da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Extrema estão sendo orientados sobre os procedimentos a serem adotados para a volta às aulas presenciais. Preocupada com o retorno seguro das aulas, a Secretaria de Educação, em parceria com a Secretaria de Saúde, realizou treinamentos para alinhar o protocolo sanitário de combate à Covid-19. Segundo o Decreto nº 3.945, o retorno presencial gradual acontecerá a partir do dia 8 de março, desde que respeitadas as regras de saúde, com 30% do total de alunos.

Com base no protocolo municipal, cada unidade escolar vai elaborar seu próprio protocolo para o retorno às aulas presenciais, de acordo com a sua realidade estrutural e organizacional.

Os treinamentos aconteceram de 19 a 26 de fevereiro, abrangendo um total de 900 funcionários. As orientações foram ministradas pela equipe de Saúde da Família do bairro, que terá atuação efetiva no controle da Covid-19, realizando o cuidado integral após a identificação de qualquer sintoma respiratório.

Durante o treinamento, os servidores foram orientados sobre o que é o novo coronavírus, como é transmitido e quais são os sintomas, como se proteger, quais as fontes oficiais de informação, quais são as medidas de higiene saudáveis que devem ser reforçadas na escola, como manter a limpeza do ambiente, quais são os cuidados necessários para os estudantes da Educação Especial, o que fazer com casos de Covid-19 na escola, o uso do equipamento de proteção individual (EPI), precauções sanitárias pertinentes à merenda, limpeza e organização da escola, entrada e saída dos alunos e como se comportar no período de convívio escolar.

Vale ressaltar a necessidade de todos seguirem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e as autoridades locais para o efetivo combate à contaminação pelo novo coronavírus, exigindo responsabilidade coletiva da escola, da unidade de saúde, dos pais e familiares.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp