Notícias

Coletivo LGBT de Extrema se reúne para organizar ações do Dia Municipal da Diversidade Sexual e Cultural

20 de dezembro de 2021

Imagem: Coletivo LGBT de Extrema

Desde a aprovação da lei, que se deu em meio à pandemia, Extrema não celebrou a data de forma presencial

Extrema aprovou a Lei nº 3.961/2019 que dispõe sobre a criação do Dia Municipal da Diversidade Sexual e Cultural, a ser comemorado anualmente em 25 de fevereiro. A data tem o principal objetivo de trazer visibilidade para as questões de gênero e orientação, ressaltando a importância do respeito a esses grupos na sociedade. Por questões sanitárias, a celebração no ano passado foi online, promovida pelo coletivo e respeitando os protocolos de segurança.

No sábado, dia 11 de dezembro, durante reunião do Coletivo LGBT de Extrema, foi celebrada a parceria com a produtora de eventos pró-diversidade Aceita, de Atibaia (SP), que entra como apoio às festividades de forma voluntária. A proposta é promover um encontro físico da comunidade, ocupando espaços destinados à cultura e arte, para celebrar sua existência. “Demonstrar por meio das mais diversas interpretações artísticas que existimos, resistimos e merecemos respeito”, disse o coletivo.

“A população LGBT de Extrema passou por tempos sombrios recentemente. É preciso se organizar, reagir e festejar nossa existência”, frisou o idealizador do coletivo, Fabiano Maciel. “Festa é uma das linguagens favoritas do povo brasileiro, sendo ela capaz de, conforme o contexto, diluir preconceitos, fixar na memória, celebrar experiência social particular dos grupos que a realizam”, completou.

Para mais informações, busque a página “Coletivo LGBT – Extrema MG” no Facebook.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 1266

28/01/2023

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp