Notícias

Comissão de Saúde e Assistência Social do Legislativo e Executivo debatem melhorias nas pastas

Legislativo e Executivo se reuniram na manhã da quinta-feira, dia 11 de fevereiro, para alinhar os processos de encaminhamento dos projetos que tratam da saúde do cidadão extremense. Participaram do encontro o presidente da Câmara, Sidney Soares Carvalho (Walderrama), os membros da Comissão de Saúde e Assistência Social da Casa de Leis – vereadores Dr. Lúcio Mauro Chiaperini (presidente) e Tamara Martiniuk (secretária) –, as assessoras jurídicas e a diretoria da Secretaria Parlamentar do Legislativo.

12 de fevereiro de 2021

Foto: Ascom/Câmara Extrema

Reunião-aconteceu-na-manhã-da-quinta-feira-11-550×300

As secretárias municipais, Patrícia Carneiro (Saúde) e Giovanna Sarto (Ação Social), além do médico infectologista, coordenador do curso Covid-19 e presidente do Conselho da Fundação para Segurança do Paciente (FSP) no Brasil, Dr. Enio Donizetti Silva, também estiveram na reunião.

A ausência da parlamentar Telma Aparecida Maciel – também membro da comissão – foi justificada devido a compromissos pré-agendados.

Uma das maiores preocupações da Comissão de Saúde e de Assistência Social da Câmara é analisar, em parceria com o Executivo, a parte documental que forma os processos. “Iremos estudar e analisar cada caso com muita atenção para que os documentos cheguem ao Setor Jurídico da Prefeitura Municipal com a participação analítica da comissão. Isso poderá agilizar ainda mais a eficiência do processo e, consequentemente, gerar respostas mais rápidas aos cidadãos que estão em fase de vulnerabilidade”, destacaram os membros da comissão. No caso de pedidos de urgência que envolvem o risco de morte, o trâmite no procedimento de estudo do projeto será pautado como prioritário.

Com a tomada das decisões que facilitarão e ampliarão o atendimento à comunidade, tanto a Secretaria Parlamentar quanto a Assessoria Jurídica poderão traçar um trabalho linear com projeção e execução eficiente das atividades legislativas, contribuindo assim para a prontidão dos resultados que atendem os cidadãos.

Outra postura que será adotada pela comissão do Legislativo terá como foco a ida à Secretaria Municipal de Saúde para averiguação processual. “Tudo o que envolve a saúde do extremense precisa da precedência, ou seja, da atenção do corpo legislativo para que os projetos não fiquem na gaveta. Porque o maior bem de um município é o cidadão”, destacaram os vereadores.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp