Notícias

Covid-19: Extrema comemora data simbólica da primeira vacinação e início da imunização de crianças

Parte da equipe que esteve nessa linha de frente da vacinação relata os desafios e a gratidão em contribuir no avanço da imunização do município

21 de janeiro de 2022

Fotos: Ascom/Pref. Extrema

Um dos primeiros vacinados no município, Dr. José Cardoso (Zezinho)
Enfermeira Thaís Rodrigues

Na quinta-feira, dia 20 de janeiro, Extrema comemorou dois importantes feitos: um ano da primeira dose da vacina contra a Covid-19 aplicada na cidade e a aplicação da primeira dose da vacina às crianças de 5 a 11 anos com comorbidades do município.

Diversas pessoas representam parte da equipe da saúde que estão na linha de frente do Covid-19 e se fizeram presentes e unidos a todo o momento. Durante conversa com algumas destas profissionais, gratidão foi a palavra que resumiu a data comemorativa.

Um dos primeiros vacinados no município foi o Dr. José Cardoso, conhecido carinhosamente como Zezinho, o profissional lamentou pelas diversas vítimas da Covid-19 e mostrou estar grato por ter sido imunizado logo na chegada das primeiras doses: “Fiquei muito feliz por ter sido uns dos primeiros a ser vacinado em nosso município e após minha imunização fiquei mais seguro e tranquilo para continuar trabalhando e cuidando dos meus pacientes”.

A equipe de imunização, composta atualmente por 21 pessoas, conta com enfermeiras, técnicas e auxiliares de enfermagem, e a mais antiga da turma, Marina Ribas de Castro, conta da experiência em continuar desempenhando o papel de imunizar a população e também da importância da vacinação: “Um filme passa em minha cabeça depois que me lembro de tudo que vivemos em 2021, ver o brilho de esperança estampado no rosto de cada profissional que estava sendo vacinado, depois os idosos de casa em casa… foi algo maravilhoso, uma experiência que vai ficar na minha memória”.

Maria José Feitosa, uma das técnicas de enfermagem mais antigas da equipe revela que, “assim como para milhares de cidadãos, a vacina foi uma conquista de grande importância, mesmo sabendo que era uma prova muito difícil de ter boas notas. Agradeço em primeiro lugar a Deus e depois a toda equipe municipal que, com muito trabalho, amor e dedicação, fez com que a maioria das pessoas se conscientizasse e tomasse as doses. Estão todos de parabéns”.

Thaís Rodrigues, enfermeira que agora atua na Saúde da Família em Extrema, também se destacou na aplicação das primeiras doses e vê os excelentes resultados deste intenso trabalho surtindo efeito. “É gratificante ver o resultado da vacinação em massa, com os sintomáticos respiratórios apresentando apenas sintomas leves, sem que precise de intervenção hospitalar devido ao esquema vacinal completo. Tiro o meu chapéu para todos os profissionais de imunização, que não pararam em nenhum momento e levaram a vacina para todos”.

Para a técnica de enfermagem Kelem Rabelo, a chegada da vacina veio para trazer uma luz no fim do túnel. “Um misto de sentimentos sempre tomou conta de todas nós profissionais da Saúde. Cansaço mental e físico estiveram presentes, mas o que nos conforta é visualizar os resultados concretizados até aqui, já que muita coisa mudou neste começo de ano; as doses para as crianças começaram a chegar e quase toda a população já está vacinada com pelo menos a primeira dose. É momento de comemorar”.

A chefe da imunização, enfermeira Bianca Silveira, destaca o esforço diário de todos os profissionais de Saúde nesse primeiro ano de vacinação. “Ao longo deste um ano, nós, da imunização, enfrentamos dificuldades com as poucas doses que recebíamos e as tantas reclamações da população que não entendiam de fato o rápido esgotamento das vacinas. Contudo, sabemos que estamos no caminho certo e que há ainda um longo trabalho a se cumprir, principalmente agora que iremos iniciar a vacinação infantil. Logo estaremos livres da Covid-19 e a equipe imunização mais uma vez vai poder contar com está vitória”.

Até o fechamento desta matéria, Extrema já havia aplicado ao todo mais de 90 mil doses, sendo 41 mil vacinas da primeira dose e da dose de reforço, aproximadamente 37 mil da segunda dose e mais de 11 mil da dose de reforço. Lembrando que a prefeitura recebeu 200 doses, nesta quinta-feira, dia 20 de janeiro, para serem aplicadas nas crianças.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 1229

14/05/2022

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp