Notícias

Energisa reforça alerta à comunidade para riscos de acidentes envolvendo a rede elétrica na construção civil

29 de outubro de 2022

Foto: Ascom/Energisa Sul-Sudeste

NASRUA~1

O total de 24 notificações de riscos de acidentes em 2022. Os números referem-se às situações em que profissionais da Energisa Sul-Sudeste agiram preventivamente ao identificarem pessoas arriscando a própria vida durante a execução de serviços próximo à rede elétrica. Construção, reforma, pintura de prédios e fachadas, instalação de placas e antenas, podas de árvores, são algumas das atividades que, se não executadas com segurança, podem custar a vida do profissional que está trabalhando e de outras pessoas que estejam por perto.

Segundo a coordenadora de Saúde e Segurança da Energisa Sul-Sudeste, Juliana Volpi, a quantidade de pessoas que se arriscam diariamente trabalhando perto da rede elétrica sem os devidos cuidados é preocupante. “Prova disso é a quantidade de notificações de risco durante este ano. São situações que poderiam ter resultado em acidentes graves e até fatais”, alerta Juliana ao relembrar que, nessas circunstâncias, em 2022 foram registrados três acidentes fatais com pessoas da comunidade na área de abrangência da empresa.

Com o objetivo de conscientizar a comunidade para reduzir e até zerar esses números, a Energisa atua com o programa Guardião da Segurança que, com o apoio de colaboradores de diferentes áreas, identifica as situações perigosas, orientando preventivamente trabalhadores da construção civil, de outros setores e população em geral.

Entre as práticas mais comuns e irregulares encontradas nessas situações está o manuseio de ferramentas perto da fiação. “Nem todo acidente é causado pelo toque do objeto na rede, diretamente. Há ocorrências em que a simples proximidade de um equipamento com a fiação de energia pode causar uma descarga por indução elétrica, provocando queimaduras, fraturas, lesões ou até a morte”.

Lembrando que além das consequências físicas, ocorrências envolvendo a rede elétrica podem ocasionar a interrupção no fornecimento de energia para milhares de pessoas, inclusive para serviços essenciais.

Por todos esses motivos, a Energisa pede que a comunidade siga as orientações de segurança, fiscalize e contate a empresa previamente quando for necessário executar algum serviço perto da rede elétrica, a fim de que sejam realizados os devidos procedimentos.

Orientações

• Pedreiros, pintores, instaladores de placas e antenas, técnicos de eletrônica e telefonia: não montem andaimes, nem posicionem escadas, tampouco deixem calhas e vergalhões perto da rede elétrica; 

• Não arremesse cabos sobre a rede elétrica. Mesmo eles estando encapados, a capacidade de isolamento do material pode não ser suficiente para evitar a passagem da eletricidade;

• Não improvisem extensores para ferramentas como rolo de pintura; 

• Motoristas de maquinários e caminhões: verifiquem o posicionamento da rede elétrica antes de manobrar o veículo ou levantar a caçamba;

• Profissionais que executam podas: redobre o cuidado ao subir nas árvores ou utilizar varas e barras metálicas para cortar galhos. Caso a árvore esteja próxima à rede, entre em contato com a Energisa e solicite o desligamento da rede para que o serviço seja realizado com segurança;

• Na área rural, respeite as restrições e limitações regulamentadas pela faixa de servidão; 

• Não permita que nas plantações o jato de água dos irrigadores atinja a rede elétrica. 

Em caso de necessidades, acione a Energisa pelos canais de atendimento: aplicativo para celular Energisa On | site www.energisa.com.br | Gisa (assistente virtual do WhatsApp): www.gisa.energisa.com.br | Call Center –  0800 70 10 326.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 1258

03/12/2022

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp