Notícias

Extrema atinge o número de 700 crianças vacinadas contra a Covid-19

Taxa de vacinação infantil mantém-se baixa no município, estimando que aproximadamente 3.000 alunos matriculados na Rede de Ensino Municipal com idade entre 6 a 11 anos devem se vacinar

28 de janeiro de 2022

Foto: Ascom/Pref. Extrema

Vacinação Infantil_26-01 (8)

Extrema iniciou a vacinação infantil contra a Covid-19 no último dia 20 de janeiro, imunizando inicialmente as crianças com comorbidades. Após todo esse público receber a vacina, a faixa etária foi baixando e chegou-se à idade dos seis anos nesta sexta-feira, dia 28, quando o município atingiu a marca de 700 crianças vacinadas.

Muitos responsáveis estavam com dúvidas quanto à aplicação da vacina nas crianças, a grande maioria pelo fato ocorrido na cidade de Lençóis Paulistas, onde uma criança, até então não diagnosticada com a síndrome de Wolff-Parkinson-White (WPW), teve uma crise de taquicardia após receber a vacinação, resultando em instabilidade na circulação sanguínea. O que fica claro é que essa doença já existia na criança, portanto o fato ocorrido não teve ligação alguma com a vacinação contra a Covid-19.

Outro fator importante é que o atual cenário epidemiológico apresenta uma drástica diminuição no número de óbitos e uma redução na taxa de ocupação de leitos dos hospitais, além de que os sintomas da Covid-19 se tornaram mais tímidos nos infectados, não causando muito impacto. Resultados encontrados após a aplicação da vacina comprovam que, de fato, ela é segura e eficaz tanto para as crianças e adolescentes quanto para adultos, sendo necessária para contenção da pandemia.

Apenas em janeiro, cerca de 100 crianças testaram positivo para Covid-19 em Extrema, sendo que quatro delas foram internadas em razão da doença e submetidas ao Hospital Municipal de Campanha; e outras 55 crianças também ocuparam os leitos de enfermaria por apresentarem síndromes gripais. Nenhuma criança havia sido vacinada, o que gerou grande preocupação por parte dos profissionais de saúde.

A taxa de vacinação infantil mantém-se baixa no município, estimando que aproximadamente 3.000 alunos matriculados na Rede de Ensino Municipal com idade entre 6 a 11 anos devem se vacinar. A Secretaria de Saúde preparou um espaço todo especial para receber as crianças no momento da vacinação, no Ginásio Poliesportivo, localizado na Av. Alcebíades Gilli (entrada pelo lado da piscina).

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 1240

30/07/2022

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp