Notícias

Matrículas da Rede Municipal de Ensino de Extrema seguem até dia 26 de janeiro

Inicialmente, as aulas continuarão de forma remota no município

15 de janeiro de 2012

Imagem: Ascom/Pref. Extrema

pencil-918449_1920-550×300

O período para realizar as matrículas do ano letivo de 2021 na Rede Municipal de Ensino de Extrema iniciou-se no dia 4 de janeiro e segue somente até o próximo dia 26. Esse prazo vale para todas as unidades escolares da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Inicialmente, as aulas continuarão a ser oferecidas de forma não presencial.

Os pais ou responsáveis devem se dirigir diretamente às unidades de ensino para fazer a matrícula – o atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 08h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00.

As matrículas da “Escola dos Três Poderes” (Escola Municipal “Professora Maristela Carniel Onisto”) e do “Ceim Cachoeira” (Centro de Educação Infantil Municipal “Carlos Eduardo da Silveira Picone”), que ainda não foram inaugurados, devem ser realizadas na própria Secretaria Municipal de Educação, na Rua Capitão Germano, 128, Centro.

Os documentos necessários para a matrícula são: 1 foto 3×4 do aluno; 1 cópia (xérox) da Certidão de Nascimento, RG, CPF, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e cartão do Bolsa Família (se tiver) do aluno; 1 cópia do RG e CPF tanto do pai quanto da mãe, ou então do guardião legal – nesse último caso, também é necessária uma cópia do documento de guarda; 1 cópia do comprovante de residência (preferencialmente, conta de energia elétrica); 1 cópia do cartão de convênio médico (se possuir); e apresentar a declaração original de transferência/histórico.

Os pais que desejam transferir seu filho para outra escola devem procurar a unidade de ensino em que o aluno está matriculado atualmente para solicitar a transferência.

Para mais informações, entre em contato pelo telefone (35) 3435-6640.

Aulas não presenciais

As aulas neste início de ano continuarão de forma remota, sendo realizadas por meio de plataformas online nas quais os alunos acessam e os professores monitoram todo o trabalho. Os educadores também fazem aulas ao vivo e usam o WhatsApp para tirar dúvidas e explicar aos alunos como resolver as tarefas.

Para participar das aulas e receber orientações dos professores à distância, os alunos precisam de um computador, tablet ou celular com acesso à internet. Aqueles que não podem usar a internet têm a opção de realizar atividades impressas e disponibilizadas pela escola. Para isso, o aluno, pai ou responsável deve buscar a atividade na unidade de ensino e devolvê-la depois de pronta. Os alunos com necessidades especiais recebem um atendimento diferenciado, podendo realizar as atividades na plataforma ou até mesmo recebê-las impressas em suas casas.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp