Notícias

Medidas para combater o coronavírus são expostas em decretos municipais

Até o fechamento desta edição, o município estava com dois casos suspeitos da doença

20 de março de 2020

Foto: Ascom/Pref. Camanducaia

Reunião-do-Comitê-Gestor-do-Plano-de-Contingência-Municipal-de-Enfrentamento-das-Síndromes-Respiratórias-550×300

O prefeito de Camanducaia, Edmar Dias, criou, na segunda-feira, dia 16 de março, o Comitê Gestor do Plano de Contingência Municipal de Enfrentamento das Síndromes Respiratórias, apresentando medidas para combater o avanço do coronavírus (Covid-19) no município. As ações foram determinadas e expostas em decretos municipais.

Entre as medidas estão a suspensão, por tempo indeterminado, do transporte do Tratamento Fora do Domicílio (TFD) para pessoas do grupo de risco em consultas e/ou exames eletivos em municípios com casos confirmados e/ou suspeitos de coronavirus/H1N1.

Estão suspensos, por tempo indeterminado, os eventos e reuniões que concentrem aglomeração de pessoas dentro dos limites do município, e pede que a população em geral evite o deslocamento para municípios com casos confirmados e/ou suspeitos.

Também foram suspensas as atividades/grupos destinados à terceira idade em todas as secretarias e departamentos municipais. Está proibida a realização de encontros religiosos em igrejas ou templos, bem como em outros locais. Também ficou determinado o fechamento de espaços que concentram atividades esportivas e desportivas.

Os meios de hospedagem do município não devem aceitar novas reservas a partir de domingo, dia 22 de março. Além disso, fica proibido imediatamente a entrada, circulação e permanência de ônibus, micro-ônibus, vans e similares de turismo/excursões por 30 dias.

As aulas no sistema de ensino também foram suspensas. Outras medidas tomadas estão descritas nos decretos. Acesse os links e leia os documentos na íntegra: https://bit.ly/2QwIYL9 e https://bit.ly/3bf5AHI.

Casos suspeitos

Até o fechamento desta edição, o município estava com três casos suspeitos da doença.

Adiamento dos vencimentos de Alvará e IPTU

O prefeito Edmar Dias determinou o adiamento dos vencimentos do Alvará de Funcionamento e do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para o 2º semestre, ficando para julho e agosto, respectivamente. Uma medida para auxiliar a população nesse período tão delicado, que trará impactos negativos na economia de todo o município.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp