Notícias

MG emplaca 3º mês criando empregos e Extrema completa 4 meses seguidos

Extrema completou quatro meses consecutivos criando empregos desde o início da pandemia

19 de outubro de 2020

Foto: Divulgação

Empresas-de-Extrema-retomaram-as-contratações-em-maio-e-desde-então-seguem-abrindo-novas-vagas-550×300

Minas Gerais registrou saldo positivo de 28.339 postos de trabalho no mês de agosto, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério da Economia. É o terceiro mês consecutivo com resultado positivo na geração de empregos para o estado.

Para a região, os números também trouxeram boas notícias. Todas as cidades do Sul de Minas e Região Bragantina tiveram saldo positivo, o que mostra a retomada da economia. Entretanto, o resultado ainda não recuperou o saldo do ano, mas é considerado bom.

Entre janeiro de 2017 e agosto de 2020, Extrema criou 4.153 novos empregos, superando Pouso Alegre que criou 3.662 novos empregos, de acordo com o Caged. Foi o melhor desempenho entre as cidades da região.

O número foi estimulado pela chegada de empresas como Ambev, Dafiti, Privália, Arcor, Sil Cabos, Fabrinox, Tembici e, mais recentemente, Nívea e Tok Stok.

No início da pandemia, entre março e abril, todas as cidades da região fecharam com mais demissões do que contratações. As empresas de Extrema retornaram às contratações no mês de maio e desde então seguem abrindo novas vagas.

“Extrema completou o quarto mês consecutivo de contratações. Isto é muito importante, a maior parte das cidades brasileiras estão discutindo o fechamento de vagas enquanto nós estamos protegendo os empregos”, ressaltou o prefeito de Extrema, João Batista da Silva.

Desempenho por cidade

Tabela: Divulgação

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp