Notícias

Outubro Rosa: Prefeitura de Extrema alerta para prevenção do câncer de mama

03 de outubro de 2021

Arte: Ascom/Pref. Extrema

Outubro-Rosa-Arte-Site-700×500

Neste mês, a Atenção Primária de Extrema está voltada para a saúde da mulher. Em mais um ano, a Secretaria Municipal de Saúde trabalhará massivamente com a campanha de maior impacto entre as mulheres de 40 a 69 anos: Outubro Rosa, em prevenção ao câncer de mama.

Todas as unidades de saúde do município já disponibilizam profissionais de nível superior para realizar uma primeira teleconsulta, teleatendimento ou a anamnese. Outro método oferecido às mulheres e também aos homens é o preenchimento da Requisição de Mamografia e, posteriormente, o procedimento da mamografia aos pacientes a partir dos 40, assim como a coleta de citopatólogico do colo uterino na idade fértil de 25 a 64 anos.

Caso identificado o câncer, o paciente será submetido a exames de controle com acompanhamento dos especialistas ou o médico da família. O próximo passo seria o procedimento de rastreio da alteração através do exame de biópsia ou a ultrassonografia da mama, que é um exame capaz de analisar minuciosamente pequenas lesões que são difíceis de observar. Dependendo do grau elevado das alterações, será necessário encaminhar o paciente a mastectomia e ao tratamento oncológico.

A mastologista recém-chegada a Extrema, Danúbia Andrade, explica os maiores desafios do paciente que é diagnosticado com câncer de mama e os principais cuidados que devem ser realizados. “O maior desafio do paciente oncológico continua sendo o diagnóstico. Apesar do câncer de mama ser uma neoplasia maligna de alta incidência entre as mulheres, infelizmente os casos diagnosticados chegam ao atendimento especializado em estágios avançados. A possibilidade de uma mulher apresentar câncer de mama durante a vida é de 12,5%, ou seja, uma em cada oito mulheres desenvolverá a doença ao longo de suas vidas. Não existe uma prevenção específica para a doença, desta forma todos os esforços dos serviços de saúde são para realização do diagnóstico precoce e tratamento otimizado”.

“Sabemos que a Prefeitura de Extrema conta com profissionais de saúde (médicos de família e ginecologistas) que realizam o rastreamento populacional da neoplasia, assim como atendem demandas específicas de queixas mamárias e encaminham os casos que requerem uma atenção especializada para o atendimento com a Mastologia. Nesse primeiro momento, o ambulatório de Mastologia se propõe a dar agilidade na avaliação clínica, imaginológica e anatomopatológica dos casos suspeitos, diagnosticando precocemente e direcionando os pacientes para o tratamento específico no centro de referência em Oncologia. Quando não há suspeição para malignidade ou o tratamento específico já foi realizado, é possível manter o acompanhamento desses pacientes na própria rede de saúde municipal”, finalizou a mastologista.

Para mais informações, entre em contato com a unidade de saúde mais próxima da sua casa.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 1266

28/01/2023

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp