Notícias

Prefeito de Itapeva, Daniel Couto, faz balanço dos seus primeiros 100 dias de governo

24 de abril de 2021

Fotos: Osmar Paulino

Daniel

O prefeito de Itapeva, Daniel Pereira do Couto (MDB), conversou com a Gazeta da Cidade nesta semana sobre os seus primeiros 100 dias de governo, completados neste mês de abril.

Daniel Couto, que já foi vereador da cidade por três mandatos, sendo presidente da Câmara Municipal por duas vezes, fez um balanço destes primeiros meses à frente da Prefeitura de Itapeva, avaliando a situação econômica da cidade e a geração de emprego e renda, as principais dificuldades encontradas neste período, as ações desenvolvidas para o combate à Covid-19, as melhorias realizadas no município e também as ações que ainda pretende concretizar. Confira:

Gazeta: Como você avalia os 100 primeiros dias de governo?

Daniel: Foi muito difícil devido à pandemia de Covid-19, que é uma luta muito grande, perdemos pessoas, e temos a dificuldade dos comerciantes que precisam trabalhar, pois, às vezes, temos que seguir decretos do Governo do Estado, mas são realidades diferentes, um município como o nosso já tem pouco movimento nos estabelecimentos essenciais, então prejudicou bastante, e a gente conhece a necessidade de cada comerciante que tem suas contas para pagar.

Por outro lado, tivemos muitas bênçãos, conseguimos fechar com empresas, como a Petlove, por exemplo, e empresários estão procurando a região para se instalar em Itapeva. Então, apesar das dificuldades, foi um período muito promissor. Tenho uma equipe muito boa. Aproveito para agradecer todos os funcionários públicos, a equipe da Saúde que é tão guerreira, pessoal de Obras, todos.

Gazeta: Faça um balanço da situação econômica em Itapeva e geração de emprego e renda em meio à pandemia.

Daniel: Quem mais perdeu foi o comércio, porque a indústria não parou. Não acredito que o impacto tenha sido muito grande em nossa cidade, mas claro que prejudicou, tanto que a situação econômica poderia estar melhor, sim. Porém, a arrecadação não caiu muito e a taxa de desemprego é baixa.

Gazeta: Em relação à Covid-19, quais ações a prefeitura vem realizando no combate ao vírus?

Daniel: Estamos colocando barreira sanitária na entrada da cidade aos finais de semana, a Vigilância Sanitária acompanha o dia a dia no município, a gente orienta a população sobre as medidas e cuidados, como distanciamento, uso do álcool em gel e da máscara, porque a pandemia ainda não acabou. Além disso, a nossa vacinação está indo bem e já avançamos para a faixa etária dos 66 anos; firmamos parceria com consórcio para adquiri 17 mil doses de vacina, a lei já está aprovada na Câmara, então quando os laboratórios forem liberados para vender as doses aos municípios, já estaremos com tudo reservado para a compra das vacinas. Estamos bem adiantados em relação a isso e o objetivo é vacinar toda a população.

Gazeta: Quais foram as principais dificuldades encontradas neste período em sua gestão?

Daniel: Além da pandemia, a volta às aulas é uma delas, inclusive da Escola de Música, que é um grande marco da nossa cidade e conta com professores competentes.

Gazeta: E as melhorias já realizadas no município durante este tempo?

Daniel: Os primeiros meses de governo são difíceis, mas já conquistamos uma empresa para o município, a Petlove, que se instalará em Itapeva trazendo geração de emprego e renda. Outras melhorias são a manutenção das estradas rurais, voltamos com força total, fazendo cascalhamento, etc., e separamos a área Covid de outras urgências e emergências na Unidade Básica de Saúde (UBS) Ápio Cardoso. Estamos também terminando o Centro Comunitário dos bairros Campo Redondo e Posses, para poder levar médico duas vezes por semana para essas localidades.

Gazeta: Quais são as próximas ações que o governo pretende concretizar na cidade?

Daniel: Nos próximos meses vou fazer uma licitação para construção de mais uma escola no município, pois a população vem crescendo e precisamos atender a demanda, essa é a prioridade. Outra importante demanda da nossa população são as habitações populares, por isso estamos realizando estudos técnicos de viabilidade para parcerias que visam moradias. Vamos ainda realizar operação tapa-buracos, entre outras melhorias no asfalto, como meia-cana. Vou licitar a construção de um lago na cidade, uma forma de oferecer lazer à população. Estamos reformando a Delegacia da Polícia Civil, no campo de Areias estamos terminando a manutenção, vamos fazer a quadra de grama sintética no Bairro Tropical Flores. Pretendemos também elaborar um Plano Diretor e buscar mais indústrias para Itapeva, inclusive, já estamos conversando com investidores. Quando a Educação conseguir voltar ao normal, com a vacinação da população, quero colocar a creche das Flores em funcionamento. Outro objetivo é levar água para o Bairro do Pedroso e Bairro Manjolinho, e Flores, além de fazer a captação de água pluvial no Bairro Estivinha para melhoria da estrada rural.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp