Notícias

Prefeito João Batista assina novo decreto com medidas para a pandemia

27 de março de 2020

Foto: Ascom/Prefeitura de Extrema

DSC_6277-550×300

O prefeito João Batista da Silva assinou novo decreto nesta sexta-feira, dia 27 de março, com outras medidas temporárias e emergenciais para o enfrentamento e prevenção de contágio pelo novo coronavírus (Covid-19). Acompanhe os principais pontos:

Estão liberadas as atividades de operacionalização interna dos estabelecimentos comerciais, desde que respeitadas as regras sanitárias e de distanciamento adequado entre os funcionários, bem como a realização de transações comerciais por meio de aplicativos, internet, telefone ou outros instrumentos similares e feiras de comercialização de alimentos, incluindo hortifrutigranjeiros, com as medidas de segurança estabelecidas no decreto.

Em relação ao funcionamento de alguns serviços considerados essenciais por regulamentação federal e estadual, além dos tradicionais, como supermercados, há atividades como: cadeia industrial de alimentos; atividades agrossilvipastoris e agroindustriais; serviços relacionados à tecnologia da informação e de processamento de dados; atividades religiosas de qualquer natureza.

No caso específico dos restaurantes, estes poderão funcionar diariamente, das 12h00 às 15h00, devendo, desta forma, estimular o serviço de entrega residencial (delivery), que pode ser realizado 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Fiou instituído também o toque de recolher, quando se torna restrita a circulação de pessoas nos logradouros públicos, entre 18h00 e 06h00, pelo prazo de dez dias, a contar de sexta-feira, dia 27 de março. Esta restrição não se aplica ao transporte de pacientes para unidades de saúde, aquisição de medicamentos, trabalhadores das atividades e serviços considerados essenciais e delivery.

No documento consta ainda a proibição de entrada, circulação e permanência de ônibus de turismo/excursão, micro-ônibus, vans, táxis, carros de aplicativos e similares no município, bem como entrada, circulação e permanência de todos os veículos (placas de outros municípios), com exceção de quem comprovar endereço fixo ou que trabalha na cidade.

Não se inclui na proibição veículos que transportam mercadorias para o abastecimento comercial, industrial, bancário e de estabelecimentos de saúde, bem como transporte dos insumos necessários à cadeia produtiva relativas ao exercício e ao funcionamento das atividades essenciais e funcionários de empresas situadas em Extrema.

As vias e estradas públicas de acesso a Extrema contarão com barreiras fixas e móveis, monitoradas pelas secretarias de Saúde e de Obras e Urbanismo, as quais farão verificação do estado de saúde, orientação e prevenção aos ocupantes dos veículos.

Ficou, ainda, recomendado o isolamento social de pessoas maiores de 60 anos, gestantes e lactantes, e portadores de doenças respiratórias crônicas.

Leia a íntegra do decreto, com todas as recomendações: Decreto nº 3.754.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp