Notícias

Prefeito João Batista discute mercado de trabalho com empresas da cidade

15 de fevereiro de 2020

Fotos: Divulgação

Prefeito-João-Batista-se-reúne-com-empresas-550×300
Empresas-aproveitaram-para-falar-do-mercado-de-trabalho

Extrema fechou 2019 recebendo R$ 1 bilhão e 700 milhões em investimento privado, um dos melhores resultados no estado de Minas. O movimento é fruto de uma estratégia da Administração Municipal de prospectar e atrair investimentos. Esta ação age diretamente na criação de empregos e faz a economia da cidade ser uma das mais dinâmicas da região. Um trabalho que continua após a instalação das empresas.

“A Administração Municipal apoia as empresas em todas as fases. E uma das mais importantes é a qualificação da mão de obra”, comentou o prefeito de Extrema, João Batista.

De olho no aumento das contratações, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico organizou uma conversa com os profissionais de Recursos Humanos, na última segunda-feira, dia 10 de fevereiro. Participaram empresas que já estão consolidadas na cidade, mas também aquelas que estão iniciando sua história aqui. Na pauta, o apoio na qualificação profissional e a divulgação de serviços importantes para os trabalhadores.

“A cidade conta com uma rede muito forte de qualificação profissional com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Faculdade de Extrema (Faex). Além do Bolsa Estudantil, temos o Extrema Qualifica que oferece cursos rápidos e práticos para a inserção no mercado de trabalho”, explicou o prefeito João Batista.

Secretaria de Desenvolvimento foi um marco no atendimento às empresas

Com a criação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em 2017, um importante trabalho teve início no município, que foi um marco divisor no progresso da cidade. “Numa rotina normal, as prefeituras esperam o investidor bater na porta e dizer que quer se instalar. Este é o modelo normal de trabalho. O que o prefeito João Batista pediu para que fosse feito é a busca ativa pelos investidores. Assim, nós vamos até as empresas convidá-las a conhecer o município”, contou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Adriano Carvalho.

Neste processo, um engano comum é dizer que as empresas vêm para Extrema porque a prefeitura concede benefícios. O maior atrativo para as empresas quem oferece é o Governo de Minas, através da Fazenda Estadual. São os Regimes Especiais de Tributação, que geram a redução da alíquota de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e benefícios no Corredor de Importação. Estes benefícios são concedidos para todas as cidades de Minas, não é uma exclusividade de Extrema.

“O Governo de Minas coloca todas as cidades em pé de igualdade na questão tributária. Vai caber a cada cidade prospectar e atender bem os investidores”, continua Adriano Carvalho.

O trabalho em parceria com Governo de Minas deu frutos e, em agosto de 2019, a Resolução nº 5296 de 30 de setembro de 2019, assinada pelo secretário de Estado da Fazenda, Gustavo de Oliveira Barbosa, elevou a Agência Fazendária de Extrema ao nível de Delegacia Fiscal. Assim, os processos que antes eram resolvidos na Delegacia Fiscal de Pouso Alegre, agora são resolvidos em Extrema.

Um dos pontos valiosos das conversas entre prefeitura e empresas é saber quais profissões continuarão com grande procura. “As carreiras ligadas à logística continuarão com uma grande procura. Em 2019, tivemos a contratação de 674 armazenistas, 444 almoxarifes e 214 auxiliares de logística, apenas como exemplo. Para isto, a qualificação profissional é fundamental para o sucesso no trabalho”, lembrou o prefeito João Batista.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp