Notícias

Prefeito Rodrigão fala sobre os 100 primeiros dias à frente da Prefeitura de Camanducaia

24 de abril de 2021

Fotos: Ascom/Pref. Camanducaia

Prefeito Rodrigão com o governador Zema

Os 100 primeiros dias de governo, completados neste mês de abril, foi o tema da entrevista da Gazeta da Cidade com o prefeito de Camanducaia, Rodrigo Alves de Oliveira, o Rodrigão. O bate-papo aconteceu nesta semana e abordou as melhorias, economia, pandemia e as próximas ações que a prefeitura pretende concretizar na cidade. Acompanhe:

Gazeta: Como você avalia os 100 primeiros dias de governo?

Rodrigão: Apesar das dificuldades impostas pela pandemia, os nossos 100 dias foram muito positivos. Conseguimos colocar em prática diversos projetos em todo o município e continuar o desenvolvimento da nossa cidade.

A gestão do prefeito Edmar Dias, que governou de maneira exemplar nosso município por oito anos, nos proporcionou condições de continuar o trabalho e avançar em diversas conquistas. A situação financeira e administrativa da prefeitura estava em belíssimas condições e, então, foi possível colocar em prática diversas ações que beneficiarão muito a nossa população.

Nesses primeiros 100 dias, fomos o município do Sul de Minas que mais buscou recursos e parcerias. Estivemos com ministros, secretários de Estado, vice-governador, governador e com diversas outras autoridades e lideranças para atrair novas oportunidades para Camanducaia.

E esse foi apenas o primeiro passo. Nossa equipe tem trabalhando incansavelmente para continuar levando o município ao progresso e concretizar benfeitorias em todos os bairros.

Aproveito para agradecer o Dr. Mazinho, nosso vice-prefeito, que muito tem nos ajudado a construir uma cidade ainda melhor, assim como todos os vereadores, sem exceção, que têm trabalhado em prol da população. E também gostaria de agradecer todos os nossos servidores que estão muito empenhados em trabalhar para o bem do nosso município.

Gazeta: Faça um balanço da situação econômica da cidade e geração de emprego e renda em meio à pandemia.

Rodrigão: Assim como em todo o país, o nosso município também sofre com as dificuldades econômicas. Os empresários enfrentaram um período muito difícil com as restrições impostas pela onda roxa do governo estadual.

E preocupados com essas dificuldades, formalizamos o adiamento do pagamento dos impostos municipais para o segundo semestre e aumentamos o número de parcelas. Dentro das possibilidades do Município, faremos o que for possível para amenizar essas dificuldades.

O turismo, por exemplo, é um dos setores mais afetados pela pandemia. Por isso, junto com outros 14 municípios e entidades representativas do turismo, encaminhamos um manifesto, ainda durante a onda roxa, ao governador Romeu Zema solicitando um olhar diferente para o setor turístico mineiro, com muita responsabilidade, limites e cuidados.

Fizemos diversos apontamentos e sugestões para uma retomada segura e consciente, preservando a saúde da população do nosso estado e mantendo a economia ativa. Também solicitamos o apoio do governo na promoção dos destinos turísticos de Minas, o que nos fará sair na frente de todo país e recuperar a economia do setor com segurança e controle.

E a prefeitura também não medirá esforços para fortalecer o turismo, o comércio, a indústria e o agronegócio, os setores que movimentam nossa economia.

Gazeta: Em relação à Covid-19, quais ações a prefeitura vem realizando no combate ao vírus?

Rodrigão: Logo na primeira semana de governo, aumentamos o efetivo da Vigilância Sanitária para orientar e fiscalizar as medidas de combate ao coranavírus. Em paralelo, voltamos as nossas atenções para os dois hospitais do nosso município, a Santa Casa de Misericórdia de Camanducaia e a Associação Beneficente de Monte Verde (ABMV), visto as dificuldades que enfrentávamos para transferir os pacientes.

Desde o início da pandemia, a administração tem intensificado o suporte à Santa Casa e à ABMV, equipando os hospitais para os momentos mais críticos. Foram comprados respiradores, monitores cardíacos, digitalizador do aparelho de raio-x, exames de tomografia, ambulâncias, e diversos outros equipamentos, materiais e insumos necessários.

Infelizmente, o Governo do Estado não permite que sejam montados leitos clínicos e de UTI em cidades como a nossa. Mas, ainda assim, equipamos nosso hospital para que fosse possível internar pacientes com coronavírus, como tem acontecido.

A prefeitura também liberou R$ 315 mil para construção de uma usina de oxigênio, tornando a Santa Casa autossuficiente de oxigênio e ainda com condições de abastecer os cilindros das unidades de saúde e da ABMV. Com o recurso, também foi possível comprar dois respiradores e quatro monitores multiparâmetros.

Também recebemos a doação de equipamentos da Agência do Desenvolvimento de Monte Verde e Região (Move) de quatro monitores multiparâmetros e diversos aparelhos oxímetros.

Para nossa administração, a vacina é prioridade e estamos trabalhando em diversas frentes para comprar os imunizantes e agilizar a vacinação da nossa população. Assinamos a carta de intenção de compra da Sputinik V e participamos da formação do Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras. Estamos vacinando nossa população com as doses enviadas pelo Governo do Estado, mas estamos trabalhando para acelerar esse processo com a compra de mais imunizantes.

Gazeta: Quais foram as principais dificuldades encontradas neste período em sua gestão?

Rodrigão: A pandemia, sem dúvida, é a nossa principal preocupação. Perdemos diversas pessoas queridas, moradores do nosso município, para esse vírus. Temos nos esforçado para combater e preservar a saúde da população, mas nem sempre é possível evitar a contaminação e os casos mais graves. Intensificamos o trabalho de orientação e conscientização, e queria aproveitar esse espaço para pedir a atenção de todos. O momento é extremamente delicado. Por isso, peço que sigam as regras de prevenção. Usem mascará, higienizem as mãos e mantenham o distanciamento.

Gazeta: E as melhorias já realizadas no município durante este tempo?

Rodrigão: Mesmo com as dificuldades impostas pelo coronavírus, conseguimos concretizar diversas ações em todo o município. Estamos em andamento com a reforma e manutenção na Escola Dr. Moreira Brandão; construção do Complexo Esportivo de Monte Verde e o Complexo Esportivo de São Mateus; calçamento com bloquetes de ruas e avenidas de Monte Verde; construção de uma nova cozinha e refeitório da Escola Municipal Prof. Dr. Onofre Vargas; pintura da Farmácia Popular e da Creche Luiz Chiaradia, no Cruzeiro; fechamento do Ginásio Poliesportivo de Monte Verde, entre outras obras que já começaram na gestão do prefeito Edmar Dias e estamos dando continuidade. Também começamos a obra de cobertura do pátio e da entrada da escola do Distrito de São Mateus.

Revitalizamos ainda o Parquinho Esperança e Estádio Municipal Verner Grinberg, em Monte Verde, e a quadra, parquinho e academia ao ar livre do Bairro Bom Jardim. E demos sequência na renovação da frota que começou no ano passado, com a chegada de 15 novos veículos.

Outra importante conquista foi a criação do Centro de Qualificação Profissional, que reúne em um espaço exclusivo o Balcão de Empregos e cursos profissionalizantes, e a criação do projeto de Proteção Social Básica, identificando e diagnosticando os territórios de maior vulnerabilidade.

Esses são apenas alguns exemplos de ações que estamos fazendo no município. Vamos avançar ainda mais nos próximos meses.

Gazeta: Quais são as próximas ações que o governo pretende concretizar na cidade?

Rodrigão: Liberamos, nesta semana, a construção de uma creche no Bairro Quedas Verdes, uma importante conquista para o bairro e para a educação do município. Assim como a ampliação da Creche Municipal Prefeito Gentil Faria Dias, que vai começar nas próximas semanas. Também estamos realizando o projeto para construção de uma nova pré-escola em Monte Verde.

Nas próximas semanas, vamos começar o calçamento de alguns trechos da Avenida das Montanhas, em Monte Verde, e da Perimetral Emydio Moreira Filho. Essas duas obras já estavam licitadas desde o ano passado.

Também estamos aproveitando esse período para realizar um trabalho mais duradouro com cascalhamento e compactação das nossas estradas rurais. Queremos dar melhores condições de tráfego para os moradores e produtores rurais do município.

Temos diversos projetos em andamento que espero poder anunciar em breve. São ações que melhorarão a qualidade de vida da nossa população e continuarão desenvolvendo nosso município. O trabalho só está começando, e não faltará empenho para concretizar tudo que Camanducaia precisa.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp