Notícias

Prefeitura faz desinfecção de ruas da cidade em combate ao novo coronavírus

Restrições de funcionamento dos estabelecimentos comerciais e outras medidas de prevenção continuam vigentes

27 de março de 2020

Ascom/Pref. Itapeva

Desinfecção-das-ruas-550×300

A Prefeitura de Itapeva desenvolveu ações de desinfecção de ruas da cidade em combate ao novo coronavírus (Covid-19), na quarta-feira, dia 25 de março. Participaram da iniciativa, juntamente com o Poder Público Municipal, disponibilizando seus tratores, diversos produtores rurais, servidores das secretarias de Saúde, Obras e diversos departamentos da Administração, bem como os vereadores Daniel, Dadá e Toni Japonês.

A prefeita Claudia Viveani de Moraes Andrade (Vivi) e o vice Carlos Alfredo Clemente (Carlão) agradeceram aos cidadãos Hélio Cruz, Hélio (Predilecta Plus), João Coalhada, Ademir (Passarinho), Zequinha, Geraldo, Laércio Borba, Gilberto (filho do Aparecido Cândido), Carlinhos, Renan (filho do Carlinhos), além de funcionários públicos municipais e vereadores.

Medidas adotadas

Prosseguem em vigor as medidas adotadas para o combate do avanço do coronavírus. As restrições de funcionamento dos estabelecimentos comerciais e outras medidas de prevenção continuam vigentes até que haja nova deliberação sobre a questão. “Estamos mantendo a fiscalização nas ruas, respeitem tudo que foi estabelecido para proteção de todos nós”, disse a prefeita Vivi.

Nestes novos decretos assinados nesta semana pela prefeita Vivi ficou estabelecido: carro de som passando nas ruas para conscientizar a população; o fechamento de algumas entradas da cidade de modo a coibir aglomeração de pessoas; estabelecimentos comerciais de gêneros alimentícios somente podem trabalhar com delivery; está proibido o transporte de passageiros por táxis e/ou carros de aplicativos para fora do município e vice-versa, sendo permitido apenas o transporte dentro de Itapeva.

Além disso, estão proibidas, por 30 dias, em todo o município, a execução e funcionamento dos estabelecimentos comerciais e de serviços, bem como igrejas/entidades religiosas, feiras livres e motéis, exceto: farmácias, drogarias e farmácias de manipulação; clínicas médicas e odontológicas para atendimento de urgência e emergência; clínicas veterinárias para atendimento de urgência e emergência; supermercados; mercados, açougues, quitandas e hortifrútis; padarias; distribuidores de gás e água mineral; postos de combustível e pontos de parada para apoio de ônibus interestaduais e caminhoneiros; borracharias e oficinas mecânicas para atendimento de urgência e emergência; agropecuárias e lojas de vendas de alimentação para animais; agências bancárias e casas lotéricas em casos de estrita necessidade; serviços funerários; telecomunicações e internet para atendimentos em casos de estrita necessidade; Correios; chaveiros para atendimento em casos de estrita necessidade; escritórios de advocacia e contabilidade em casos de estrita necessidade; lojas de embalagens para atendimento de serviços de gêneros alimentícios para serviços exclusivos de entregas, devendo manter as portas fechadas; indústrias.

Os estabelecimentos que podem abrir devem seguir algumas medidas de funcionamento – como horários pré-definidos, por exemplo – que podem ser conferidas nos documentos: https://bit.ly/2UmlUAY e https://bit.ly/2ycmY1L.

A prefeitura segue observando as recomendações e orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES), Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Compreendemos o pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, que tem a intenção da restauração da economia e a manutenção do emprego e da renda, contudo entendemos ser prudente a adoção das medidas que tomamos por decretos, por mais algum período de tempo, para combater o avanço da doença em Itapeva”, divulgou a prefeitura.

Casos suspeitos

Até o fechamento desta edição do jornal, Itapeva registrava dez casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19).

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp