Notícias

Presidente da Câmara fala sobre retomada de atividades com o avanço da vacinação contra Covid-19

Vereador Walderrama também parabenizou o funcionalismo público pelo Dia do Servidor, comemorado na quinta-feira (28)

03 de novembro de 2021

Foto: Divulgação

Presidente da Câmara de Extrema, vereador Sidney Soares Carvalho (Walderrama)

Nesta semana, a Gazeta da Cidade conversou com o presidente da Câmara Municipal de Extrema, vereador Sidney Soares Carvalho (Walderrama), sobre a retomada gradual das atividades culturais e esportivas no município, a abertura ao público das sessões legislativas e o aquecimento da economia com o avanço da vacinação contra a Covid-19. Walderrama também falou sobre o Dia do Servidor, parabenizando o funcionalismo público. Acompanhe a entrevista:

Gazeta: A Câmara voltou a abrir suas sessões ao público. Como está funcionando agora?

Walderrama: Durante todo o período de enfrentamento da pandemia da Covid-19 que ditou regras sanitárias rígidas, a Câmara se adequou com muita responsabilidade para não interromper nenhum serviço. Além de respeitar as orientações impostas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e cuidar da saúde do cidadão e do funcionalismo público, foram criadas diversas ferramentas fundamentais que deram continuidade à qualidade dos serviços prestados. Podemos citar, por exemplo, a disponibilidade dos atendimentos remotos via aplicativos de conversas, onde as equipes – tanto da Casa de Leis quanto da Casa do Cidadão – deram o respaldo e a atenção a cada caso. Também ampliamos a comunicação dos atos institucionais em todas as plataformas, a fim de trazer transparência e total interação entre a comunidade e a Câmara. Com a flexibilização da pandemia, os cuidados continuam com o uso obrigatório de máscaras e de álcool em gel. A reabertura da participação popular nas sessões e nas repartições do Legislativo imprimiu um formato de trabalho ainda mais dinâmico e que exige atenção e cuidados redobrados, como a limpeza diária dos acessos aos gabinetes e demais setores e departamentos dos prédios públicos. O acesso às sessões é livre a qualquer cidadão, mas para inscrever-se é preciso preencher com antecedência o formulário disponível nos canais oficiais. A Câmara retoma o seu atendimento presencial de forma gradativa e bastante organizada, sempre preocupada com a transparência dos atos institucionais e a clareza do dia a dia político.

Gazeta: Qual a expectativa para o aquecimento da economia no município e geração de emprego e renda com este controle maior da pandemia devido à vacinação?

Walderrama: O avanço da vacinação certamente favorece a reabertura segura da economia e a circulação de consumidores. Temos que nos conscientizar sobre o uso das máscaras e dos cuidados básicos que asseguram a saúde de todos nós, o que dá maior suporte à retomada das atividades. Existe ainda uma incerteza sobre reabertura de algumas atividades, mas é preciso priorizarmos o controle a conscientização sanitária. O poder público vem trabalhando com grande preocupação para que o cidadão tenha o suporte que tanto necessita e volte às atividades do dia a dia, porém cabe também a cada um respeitar as regras impostas pela OMS que são primordiais no controle do coronavírus e para que gozemos de qualidade de vida. Extrema é uma cidade referência por seu polo empresarial – o que denota preocupação; mas as indústrias estão preparadas para orientar os seus colaboradores sobre os cuidados necessários.

Gazeta: O município, aos poucos, está retomando com as atividades culturais e esportivas, como você vê esse cenário?

Walderrama: “Fomos os primeiros a parar e seremos os últimos a voltar”. Essa é a frase mais dita pelos membros das cadeias produtivas artísticas que envolvem a cultura, o turismo, os meios de gastronomia e demais setores atrelados, como o de eventos, por exemplo. A dimensão do impacto da paralisação do setor a partir da chegada da pandemia abalou a estrutura em todo o mundo, principalmente porque o público é a ferramenta que movimenta a engrenagem deste ramo. Aparentemente, chegou o momento de quem estava no fim da fila enxergar a luz no fim do túnel. Quem sobreviveu a esse período de restrições, impossibilitado de exercer plenamente seu ofício, vê agora a perspectiva concreta de retomar as atividades de forma consistente. Produtores de eventos, músicos, artistas, técnicos e outros profissionais estão reencontrando os seus públicos num movimento que, espera-se, não dê marcha a ré. Temos que ter esperança e acreditar que a pandemia veio para ditar novos formatos de trabalho – como o ambiente virtual, por exemplo. Como representantes do poder público, estamos engajados em trabalhar a favor das políticas públicas que trazem resultados a todas as classes.

Gazeta: Fale um pouco sobre Extrema que, com sua estrutura em Saúde, conseguiu passar pelas piores fases da pandemia.

Walderrama: Felizmente temos em nossa cidade uma estrutura digna que é formada por profissionais altamente capacitados. Aliado ao fator humano, podemos contar com um sistema de saúde alicerçado pela alta qualidade, ou seja, uma infraestrutura que dá suporte e comodidade à população. Temos também Unidades Básicas de Saúde (UBS), um Hospital Municipal e um Pronto Atendimento equipados com aparelhos de ponta e última geração. Nossa política de gestão da saúde é adequada às necessidades da nossa comunidade e o suporte dos especialistas garante o aprimoramento dos serviços públicos, o que amplia as nossas capacidades, as oportunidades e o bem-estar para o desenvolvimento sustentável e inclusivo para todas as idades. Mesmo porque saúde é o maior bem que temos!

Gazeta: O Dia do Servidor público foi comemorado na quinta-feira, 28 de outubro. Deixe uma mensagem a todos esses trabalhadores que se dedicam à população e contribuem para o desenvolvimento da cidade.Walderrama: Quero parabenizar todo o funcionalismo público que, mesmo diante das adversidades e desafios, trabalha com muita dedicação na construção de uma sociedade cada vez melhor e ainda mais participativa. O servidor público não mede esforços na prestação de serviços fundamentais para a sociedade e, por isso, merece todo o carinho e respeito. Que Deus continue abençoando o trabalho destes grandes profissionais que estão, diariamente, servindo toda a comunidade.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 1266

28/01/2023

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp