Notícias

Procon Legislativo de Extrema alerta o consumidor sobre golpes de empréstimos falsos

03 de setembro de 2022

Foto: Ascom/Câmara Extrema

ORGODE~1

Os golpes financeiros na internet crescem cada vez mais. Na atualidade, tornou-se corriqueiro encontrar links que nos direcionam a pirâmides financeiras, clonagens de cartões, boletos falsos, roubos de dados via direcionamentos de sites e também empréstimos falsos.

O aumento de consumidores que caem em golpes como os de empréstimos falsos fez com que órgãos como Procon emitissem um alerta, tendo em vista que, no ano de 2021, foram registrados cerca de 1,9 milhões de tentativa de golpes no país, um aumento de mais de 15% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo dados levantados pela Serasa Experian.

Muitos criminosos aproveitam o perfil negativado do consumidor para assim oferecer uma forma de crédito, facilitando o “empréstimo” para este público em específico. Atualmente, mais de 62 milhões de brasileiros estão com o nome sujo e, por este motivo, enfrentam dificuldades para conseguir crédito em uma instituição bancária tradicional. Entendendo esta necessidade do negativado, os golpistas oferecem propostas com juros baixos, devendo o cidadão ter cuidado com tais ofertas.

O consumidor precisa se atentar a alguns fatores para ter a certeza de que a empresa em questão está dentro da legalidade e, desta forma, certificar-se que o site ou plataforma é confiável para solicitar o empréstimo.

No ano de 2022, em Extrema, o Procon Câmara realizou em média 18 atendimentos mensais relacionados a golpes financeiros. Ou seja, nos últimos seis meses cerca de 108 atendimentos de empréstimos falsos passaram pela unidade, seja sobre orientação, tentativas e golpes concretizados.

Com o destaque no aumento do índice de atendimentos pelos golpes de internet, a gerente do Procon Câmara, Luísa Ortiz, destaca que “é preciso ficar atento com anúncios que parecem bons demais para ser verdade, principalmente se o suposto correspondente bancário solicita que o consumidor vulnerável adiante valores à empresa, alegando ser para suprir determinadas taxas, o que é um forte indicativo de que se trata de um golpe”.

Além disso, é indicado que o consumidor pesquise sobre a empresa antes de formalizar negócio em plataformas como o Reclame Aqui ou Consumidor.gov.br.

Caso tenha caído em um golpe ou suspeite de que esteja caindo em um, a primeira providência a ser tomada é registrar um boletim de ocorrência (BO), detalhando o que aconteceu, a fim de se prevenir. Com todas as provas em mãos, vá ao órgão de defesa do consumidor mais próximo e registre o caso.

O Procon Legislativo de Extrema funciona na Casa do Cidadão, na Rua João Mendes, 67, Centro, com horário de atendimento das 08h00 às 17h00 e também com atendimentos virtuais, através do número (35) 9-9893-4458.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 1266

28/01/2023

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp