Notícias

Secretário de Saúde de Itapeva fala sobre o coronavírus no município

24 de abril de 2020

Ascom/Pref. Itapeva

91705855_2678516495580011_5386060461458325504_n-550×300

Gazeta da Cidade conversou, nesta semana, com o secretário de Saúde de Itapeva, Luciano de Oliveira, sobre as ações realizadas no município para enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19) e também a respeito dos casos da doença na cidade.

Até o momento, Itapeva possui dois casos em investigação para o coronavírus; dois já foram descartados; 10 estão sendo monitorados e 22 já tiveram o monitoramento encerrado; e uma pessoa teve Covid-19, mas recebeu alta médica, no dia 12 de abril.

Os dados referentes à Covid-19 são atualizados diariamente e podem ser conferidos no Facebook da Prefeitura de Itapeva.

Na entrevista, além de abordar as medidas tomadas pela prefeitura no combate à pandemia, o secretário Luciano também deixou uma mensagem para os itapevenses. Acompanhe:

Gazeta da Cidade: Quais ações a Prefeitura de Itapeva está promovendo para combater o coronavírus?

Secretário de Saúde: O município vem seguindo todas as recomendações do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais no que diz respeito ao atendimento, acompanhamento e monitoramento de casos de síndrome gripal que, na prática, são os casos suspeitos de coronavírus.

As atividades comerciais e industriais também estão sendo desenvolvidas conforme todas as orientações e recomendações dos órgãos competentes para a prevenção da doença: orientações aos empresários do município pela Secretaria Municipal de Saúde para o desenvolvimento das atividades, horários especiais, uso de equipamentos de proteção individual por parte dos colaboradores, organização do atendimento e do trabalho a fim de evitar aglomerações.

A rede municipal de educação mantém a suspensão das aulas presenciais e o ensino segue a distância.

Foi estabelecido e mantido o toque de recolher das 18h00 às 06h00.

Gazeta da Cidade: Como a população pode ajudar nessa batalha?

Secretário de Saúde: A população pode e deve ajudar nesta batalha, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e das secretarias estadual e municipal de Saúde no que diz respeito às medidas de isolamento/distanciamento social, seguindo as orientações essenciais como uso de máscara, higiene frequente e adequada das mãos, objetos e dos ambientes, distanciamento adequado em filas, mantendo-se em casa sempre que possível, saindo apenas quando for extremamente necessário.

Deve, inclusive, respeitar rigorosamente todas as orientações de isolamento domiciliar oferecidas pelos profissionais de saúde, caso sejam suspeitos ou contato domiciliares de casos suspeitos, para evitar a disseminação do vírus.

Gazeta da Cidade: As pessoas afirmam que o afrouxamento do isolamento social, que tem ocorrido em todo o Brasil, pode causar mais casos da Covid-19, mesmo com as medidas de segurança. Já outras precisam trabalhar e torcem para que esse afrouxamento fique ainda mais leve. Como você enxerga esse cenário?

Secretário de Saúde: Sabemos que o afrouxamento pode, sim, agravar ainda mais a situação da doença, enxergamos um cenário crítico em que todas as medidas estão sendo tomadas a fim de reduzir danos em todos os setores.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp