Notícias

Surto de cinomose canina é registrado em Extrema

18 de setembro de 2020

Foto: Ilustrativa

Taxa-de-mortalidade-da-doença-é-extremamente-alta-550×300

Extrema está com surto de cinomose canina, segundo uma grande triagem realizada pelo Setor de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde. Ainda de acordo com o departamento, esse surto pode ter como base a falta de vacinação contra a doença.

É necessário que a vacina contra o vírus seja aplicada após o desmame do animal, realizando o reforço anual da dose por toda a vida. Por isso, o Setor de Zoonoses de Extrema reforça a importância da vacinação.

A cinomose canina é uma doença infectocontagiosa que afeta cães, sobretudo, os filhotes, e só é detectada através de testes. Ela é perigosa por ser muito contagiosa e costuma infectar os cães que ainda não terminaram o esquema vacinal ou que não costumam receber o reforço anual da vacina múltipla (V8, V10 ou V11).

A taxa de mortalidade da doença é extremamente alta, cerca de apenas 15% dos cachorros conseguem sobreviver. Além disso, muitas vezes o animal não morre, mas fica com sequelas neurológicas tão graves que precisa ser eutanasiado.

Para entrar em contato com o Setor de Zoonoses, ligue: (35) 3435-3438.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp