Notícias

Técnico em enfermagem da Faex promove ação de orientações sobre o coronavírus

11 de março de 2020

Fotos: Ascom/Faex

Alunos-do-Técnico-em-Enfermagem-durante-ação-sobre-o-coronavírus-550×300
Lorena-Costa-coordenadora-do-curso-fala-com-os-estudantes

Na segunda-feira, dia 9 de março, o curso de Técnico em Enfermagem Faculdade de Extrema (Faex) realizou uma atividade tendo o coronavírus como tema principal. Na área de convivência da instituição, os estudantes esclareceram as principais dúvidas que vêm surgindo a respeito da doença, com destaque para as formas de prevenção, sintomas e como detectar o vírus.

“Agradeço muito o empenho das professoras Eliza e Daiane, que não mediram esforços para que o evento acontecesse de forma brilhante. Agradeço também aos alunos que cuidaram de cada detalhe”, disse a professora Lorena Costa, coordenadora do curso de Técnico em Enfermagem.

A ação contou com a participação da gerente municipal de Saúde de Extrema, Patrícia Carneiro, e da médica Dra. Karina Oliveira.

Coronavírus

Descoberto em 31 de dezembro de 2019, o Covid-19, ou coronavírus, é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. Os primeiros casos da doença surgiram na China e, rapidamente, espalharam-se por outros países e continentes.

Como é muito recente, cientistas do mundo todo ainda estudam a respeito da doença, mas o que já se sabe é que a transmissão vem acontecendo de pessoa para pessoa, através de gotículas respiratórias ou contato direto com alguém infectado. De acordo com o Ministério da Saúde, qualquer pessoa que tiver contato próximo (um metro) com alguém com sintomas respiratórios corre o risco de contrair a infecção.

Sintomas

Muito semelhante a um resfriado, os principais sintomas do coronavírus estão ligados a problemas respiratórios. Até aqui, os estudos apontam como sintomas mais preocupantes a presença de tosse, febre e dificuldades para respirar.

As pessoas que testaram positivo para a doença estão sendo isoladas para evitar que o vírus se espalhe. Não existe ainda um tratamento específico para o coronavírus, sendo indicado aos doentes repouso total, consumo de muita água, uso de medicamentos para dor e febre e uso de umidificador nos principais ambientes onde a pessoa infectada está.

Prevenção

O Ministério da Saúde vem orientando as pessoas quanto aos cuidados básicos para se evitar a contaminação. As medidas apontadas pelo órgão são: lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos; evitar tocar nos olhos, no nariz ou na boca sem antes lavar as mãos; evitar o contato próximo com pessoas doentes; se ficar doente, procurar ficar em casa; cobrir boca e nariz ao espirrar ou tossir; limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Diagnóstico

Ainda segundo o Ministério da Saúde, o diagnóstico do coronavírus é feito por intermédio da coleta e análise de materiais respiratórios, que serão encaminhados com urgência ao Laboratório Central de Saúde Pública e ao Centro Nacional de Influenza. Casos mais graves deverão ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp