Notícias

Tenente Teles passa comando do Corpo de Bombeiros para Thales Lucena

Após 30 anos na corporação, 1º tenente Claudinei Teles Silva entrará para a reserva

12 de dezembro de 2020

Foto: Osmar Paulino/Gazeta da Cidade

b-550×300

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) chegou a Extrema no dia 1º de fevereiro de 2016 e a inauguração da sede da corporação ocorreu em 12 de fevereiro do mesmo ano. Desde então, o 3º Pelotão de Bombeiros Militar de Extrema tem sido comandado pelo 1º tenente Claudinei Teles Silva. Nesta semana, Teles conversou com a Gazeta da Cidade e anunciou que se afastará para a reserva.

“Entrei em 1991 para o Corpo de Bombeiros. Trabalhei em Belo Horizonte, Poços de Caldas, Varginha e Extrema. Em março de 2021, completarei 30 anos de efetivos serviços prestados à sociedade, encerrando a minha carreira no Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais”, contou. Esta é a última semana de atuação do tenente, que entrará de férias e logo depois se aposentará.

“Gratidão a Deus por eu ter servido à sociedade, gratidão à família e a todos aqueles que acompanharam a minha jornada, como os meus colegas de profissão, por exemplo. Cumpri minha missão. O sentimento é de dever cumprido. Combati o meu combate, mas continuo pronto para servir a sociedade em qualquer tempo”, agradeceu Teles.

O comandante do Corpo de Bombeiros em Extrema também comentou sobre a assistência oferecida ao quartel. “Extrema é uma cidade em que a prefeitura assiste, apoia e faz além do esperado, suprime materiais, manutenção de viaturas e tudo o que precisamos no quartel. Em tanto tempo de profissão, nunca vi uma cidade atender tanto a corporação, mesmo sendo ela um órgão do estado, que também nunca nos deixou”.

O 3º Pelotão de Bombeiros Militar de Extrema será assumido pelo novo comandante, tenente Thales Lucena, vindo de Poços de Caldas. Thales está há cinco anos na corporação e tem, no total, 11 anos de militarismo, pois já era militar das Forças Armadas. “Espero cumprir a minha missão da melhor forma para atender a sociedade. Para isso, o apoio da população é muito importante”, afirmou à Gazeta da Cidade.

“Extrema aparenta ser uma cidade muito organizada, como poucas no Brasil, além de muito acolhedora”, disse o tenente, que conhecia o município apenas por nome.

Atualmente, o Corpo de Bombeiros de Extrema possui 28 bombeiros, cinco viaturas e um caminhão – mais um veículo está prestes a chegar no quartel. A equipe atende, além de Extrema, outras sete cidades: Senador Amaral, Córrego do Bom Jesus, Cambuí, Munhoz, Toledo, Camanducaia (incluindo o Distrito de Monte Verde) e Itapeva.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp