Notícias

Ufologia-CIA: Especialistas russos e chineses trocam vídeo e fotos de óvnis

25 de março de 2020

Fotos: Divulgação

Sem-legendaa-550×300

Milhares de documentos anteriormente classificados relacionados à óvnis e potenciais seres extraterrestres foram lançados ao domínio público por dezenas de governos, além de vários pedidos da Lei de Liberdade de Informação (de sigla em inglês Foia).

Esta é uma evidência que não pode ser negada, razão pela qual Christopher Mellon, que serviu 30 anos no governo federal dos EUA e foi vice-secretário adjunto de Defesa da Inteligência de 1997 a 2002, publicou artigos detalhados para agências como The Hill e The Washington Post enfatizando a realidade e a seriedade desse assunto. Ele é um dos vários a fazê-lo.

Um documento encontrado online na sala de leitura eletrônica da CIA descreve como esta agência de inteligência estava coletando informações em um esforço conjunto entre a União Soviética (URSS) e a República Popular da China (RPC). Isso foi há quase duas décadas, quando cientistas da URSS e da RPC iniciaram um estudo conjunto sobre óvnis, e ainda apresentam outro documento mostrando o quão seriamente os governos globais investigaram os óvnis ao longo de toda história.

E, por aqui, mais um avistamento de óvni é confirmado na cidade vizinha Itapeva (MG). O registro foi feito por Luciano (sobrenome preservado) por volta das 05h40 do dia 19 de fevereiro de 2020, quando Geissan Gomes enviou aos ufólogos Tiago Franco, de Itapeva, e Marco Antonio, de Extrema (MG).

Ao fazer a análise primária, o ufólogo Marco Antonio constatou o potencial óvni e encaminhou para uma análise mais profunda para o ufólogo Renato Mota que, ao analisar com os devidos recursos técnicos e filtros, confirmou o óvni. Integrante da Associação Ufológica de Guaratinguetá (AUG), Renato Mota pesquisa assuntos envolvendo ufologia desde a adolescência. Escreveu artigos para sites, como o da Revista UFO, da qual foi consultor por alguns anos, sobre Ufoarqueologia (a evidência alienígena do passado da humanidade).

Ufólogo Renato Mota

“Já é sabido por todos que a região Sul de Minas Gerais é rica em avistamentos e casuística ufológica, este foi um excelente registro”, analisou Renato Mota, que também mantém um canal de pesquisa ufológica no Youtube assim como Marco Antonio.

(Por Marco Antonio, estudante de Filosofia e pesquisador/ativista ufológico)

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp