Notícias

Última fase da reforma das praças é entregue à população de Extrema

Na última sexta-feira, dia 30 de outubro, foi entregue à população a última etapa das reformas das praças centrais de Extrema. O projeto de revitalização da Praça Presidente Vargas tem como principal objetivo resgatar a originalidade das praças centrais para as famílias extremenses e visitantes do município.

31 de outubro de 2020

Fotos: Divulgação

Estátua-em-bronze-faz-homenagem-à-tradição-musical-no-município-550×300
Coreto
Novos-mobiliários-feitos-de-madeira-plástica-e-serralheria-artística
semlegenda1

A última parte entregue da praça compreende o espaço entre a Associação de Artistas e Artesãos de Extrema (Crearte) e o Santuário de Santa Rita de Cássia. A revitalização trouxe para o local um coreto e bica d’água passando um ar de mineiridade ao espaço. Uma estátua em bronze de um jovem flautista faz homenagem à tradição musical no município A iluminação também foi valorizada com a instalação de postes de luz com estilo mineiro de praças de interior.

O pavimento teve inovações com o piso ecológico intertravado, aumentando a durabilidade e a capacidade de drenagem no espaço, mudando o ambiente visualmente. Nos canteiros da praça, foram plantadas espécies ornamentais que trouxeram mais leveza ao espaço que ainda teve o replantio de árvores cerejeiras, uma homenagem à colônia japonesa em Extrema. Como nas demais praças, a reforma também inova o paisagismo que traz para o jardim um sistema de irrigação automatizado, garantindo o uso de forma racional da quantidade de água para as plantas.

Foram instalados ainda novos mobiliários feitos de madeira plástica e serralheria artística. A ideia é que com a reforma completa das praças centrais, o local retome e ganhe ares de praça de interior, com elementos que harmonizem com seu entorno. O projeto previu ainda a reforma dos sanitários públicos e que as praças fossem totalmente acessíveis a cadeirantes, idosos e à população em geral.

Com a reforma das praças todo o contexto histórico foi valorizado, o que destacou também a fachada do Santuário de Santa Rita de Cássia, marco histórico do município, visto que a história dos espaços que correspondem à Praça Presidente Vargas (antigo Largo da Matriz) está associada à consolidação do núcleo de povoamento que deu origem ao município de Extrema.

“Agradeço muito a arquiteta do projeto, Marina, a paisagista, Cláudia, a engenheira, Fabi, e a Larissa que acompanhou todas as fases das reformas”, disse a secretária de Turismo de Extrema, Ana Paula Odoni Michelini (Poli).

A revitalização total das praças de Extrema, que ainda compreendem as praças Coronel Simeão e Olinto da Fonseca, tornaram as praças atrativas também para os turistas. Desde abril de 2018, o projeto de revitalização foi pensado por um comitê formado por representantes das secretarias de Turismo, Cultura, Meio Ambiente e Obras e Urbanismo. Esse grupo debateu amplamente a revitalização com a sociedade envolvida diretamente com as praças centrais, como moradores, comerciantes, taxistas, representantes do Santuário de Santa Rita, da Feira do Produtor Rural, da Produção Associada ao Turismo, da Crearte e da Escola Estadual Odete Valadares. A proposta também foi apresentada aos vereadores, aos funcionários da Prefeitura de Extrema e ao Conselho Municipal de Turismo (Comtur), instância de governança local onde se discute as questões do Turismo.

Após as sugestões de cada setor, foi finalizado o projeto que transformou o complexo em um dos cartões-postais de Extrema, visto que as praças centrais integram a Rota das Rosas, uma das cinco regiões turísticas que orientam o fluxo de visitantes que chegam à cidade.

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp