Notícias

Vereadores acompanham entrega simbólica das chaves do Hospital Municipal

As chaves do prédio do Hospital Municipal Dr. Roberto de Cunto foram simbolicamente entregues pela Secretaria de Obras ao prefeito de Extrema, João Batista, durante uma visita de reconhecimento de vereadores e secretários municipais.

27 de maio de 2020

Fotos: Divulgação

Prefeito-João-Batista-e-vice-Juliano-de-Toledo-abrem-as-portas-para-os-vereadores-550×300

Os vereadores pastor René Cursino, Telma Maciel e Rafael Tita representaram a Câmara Municipal e percorreram as instalações do prédio conhecendo os detalhes. Após visitarem cada sala e estrutura, pastor René, representando os evangélicos, e Telma Maciel, os católicos, convidaram todos a fazer uma oração para abençoar o local.

“É com muito carinho e respeito que faço parte da visitação de uma obra pública que traz uma diferença muito grande para o município. Me sinto honrado de fazer parte desse progresso”, disse o vice-presidente da Câmara de Extrema, pastor René.

Emocionada, a vereadora Telma Maciel lembrou que “esse é o resultado de muito trabalho; mesmo com a pandemia, a Administração Municipal está entregando as obras”. Já o vereador Rafael Tita parabenizou o prefeito João Batista “pelo trabalho bem feito no hospital”.

A entrega marcou o encerramento das obras civis no prédio e a liberação para que sejam instalados o mobiliário e os equipamentos, que já começaram a ser montados. Entretanto, na visita todos tiveram que tirar os sapatos e usar uma sapatilha de TNT para não danificar a resina vinílica aplicada sobre o piso.

“A construção de um hospital é muito mais complexa do que construir uma escola, por exemplo. O piso é tratado, há uma rede de gases medicinais, uma estrutura de lavanderia para esterilizar tudo, enfim, são coisas muito específicas. O trabalho envolveu toda nossa equipe de engenheiros que se dedicou para que tudo fosse entregue como pedido”, explicou o secretário de Obras, André Koga.

O prédio tem 3.165 mil metros de área, sendo divido em três pavimentos. No primeiro haverá quartos para internação de adultos, pediátricos e maternidade, entre outras áreas. No segundo pavimento ficarão outros quartos de internação, centros cirúrgicos, banco de sangue, entre outros. E no terceiro andar será a sala de máquinas.

O investimento total da obra foi de mais de R$ 9 milhões e contou com inovações importantes como os equipamentos da lavanderia que esterilizarão as roupas de cama e de uso de pacientes e equipes. Os equipamentos garantem uma economia de 30% de água e 40% de energia elétrica.

No entanto, enquanto durar a pandemia, o Hospital Municipal seguirá o protocolo da Secretaria de Estado de Saúde e ficará exclusivo para os casos de Covid-19, sendo então denominado Hospital de Campanha. De imediato, serão instalados nove leitos.

“Alguns equipamentos já estão guardados no almoxarifado da Saúde, outros serão entregues direto no prédio, agora entramos numa fase importante e final para utilizar as instalações”, comemorou o prefeito João Batista.

Mobiliário chegando para iniciar montagem

Compartilhe:

Veja também

EDIÇÃO IMPRESSA

Edição nº: 2525

13/08/2020

Ver todas

receba a

Edição digital

direto no seu

whatsapp